JN na Hora H

Toda semana, aqui no Jataí News, teremos uma entrevista com um vereador falando de questões que envolve o cidadão Jataiense


Radio Line link 1

Na Geral

Loading...

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Estaria nosso shopping em xeque

Que a situação econômica do país não anda confortável é notório principalmente quando vamos aos postos de combustíveis para abastecer nossos carros, pagar tarifas como de energia com aumentos constantes e inflação a todo mês mandando recado que está ativa.
Tudo isso vem acarretando mudanças nas  economias dos shopping centers e Jataí não é diferente, porém o que não estamos vendo são mudanças ou adequações econômicas nas ações das administrações dos shoppings centers no que diz respeito a manter lojas abertas.
No caso do nosso shopping center existe  razões que podem estar estrangulando a permanência de lojista naquele espaço comercial. Caminhando para os três anos de existência o Jatahy Shopping veio acrescentar opções de lazer e compras não só ao jataiense mas a toda a região, no entanto, nesse tempo de crise, não está em prática uma política econômica que facilite a vida dos empresários que ali estão, o que está causando desconforto financeiro na maioria dos lojistas. Muitas salas fechadas e lojas que até pouco tempo estavam abertas hoje se encontram mais.
A maior reclamação dos lojistas é com relação a dois fatores, o aluguel e o condomínio que beiram ao impagável. Para que fique ainda  mais claro vem outros motivos a participação da administração do shopping nos lucros das empresas ali instaladas e a falta de uma ação voltada para anúncio, publicidade e marketing do shopping nos veículos de comunicação de Jataí ou até mesmo da região. Ou seja, nesse contexto não existe um planejamento constante de presença na mídia, salvo os dias comemorativos, como por exemplo o Dia Das Mães.
A preocupação se faz presente principalmente a opinião pública quando se pergunta: Estaria nosso shopping em xeque?
O que se pede para é que fatos como o fechamento de lojas não ocorram e que haja aberturas de novas lojas ou empresas, é uma revisão dos atuais aluguéis e condomínio adequando a realidade econômica em que Jataí, a nossa região e o país atravessam.

Sede do Conselho Tutelar está sendo ampliada

A Prefeitura de Jataí está executando o serviço de reforma e ampliação na sede do Conselho Tutelar do município, o objetivo da obra é proporcionar mais comodidade, conforto e dar mais condições de trabalho aos funcionários e usuários que utilizam o De acordo com a Secretaria de Obras está sendo feito uma reforma geral no prédio e construído mais duas salas de atendimento, uma cozinha, uma nova fossa séptica e outros itens. Ainda de acordo com a Secretaria de Obras, estão sendo investidos cerca de R$ 35.000,00 e a previsão de conclusão é para a primeira quinzena de junho.

Sorteio dos Prêmios do IPTU acontece nesta segunda-feira

Acontece nesta segunda-feira, dia 25 de maio, partir das 10h30m na sede do 
Centro Administrativo, o sorteio dos prêmios do IPTU/ITU 2015. Estão aptos a 
concorrer os contribuintes que quitaram seus débitos à vista até o último dia 30 
de abril e não ter nenhum outro débito com o município.
Os prêmios que serão sorteados são os seguintes:

1º Prêmio – 1 Carro 0 km
2º Prêmio – 1 Moto 0 km
Do 3º ao 10º Prêmio – 1 Maquina de Lavar Roupa

Fatos da Câmara Municipal de Jataí

Últimas Notícias / Mais notícias






Soró pede instalação de lixeira com tampa em frente a colégio
Adilson reivindica colocação de placas com nomes de ruas
Marcos Antônio ressalta valor de sessão dedicada às mães
Vinícius requer disponibilização de medicamento contra dengue
Gildenício defende instalação de Cras na parte alta da cidade
Mauro Filho quer revitalização de canteiro central de avenida
João Rosa: PR realiza encontro no dia 29 de maio
Carlos Miranda requer praça para o bairro José Bento
Thiago reivindica novo bueiro em cruzamento na Vila Santa Maria
Geovaci reforça críticas contra concessionárias de serviços
Dilma diz não ter medo de eventual impeachment
Dilma falou ainda sobre relação
México-Brasil e política brasileira
| Foto: “La Jornada”/Reprodução
Em entrevista, petista afirmou ao jornal “La Jornada” que não teme abertura de processo. Presidente comentou sobre corrupção na Petrobras e casos de espionagem
A presidente Dilma Rousseff (PT) disse não ter medo de um possível processo de impeachment em entrevista exclusiva ao jornal mexicano “La Jornada”, neste domingo (24/5). No conteúdo, a petista relata que a intenção tem viés de “arma política” em desfavor de seu governo.

Na entrevista, Dilma teceu comentários sobre escândalos de corrupção, como o da Petrobras, e política brasileira, além de assuntos internacionais, como a relação entre Brasil e México, onde cumpre agenda na próxima semana.

“Eu acho que tem um caráter muito mais de luta política, entende? Ou seja, é muito mais esgrimido como uma arma política. Agora, a mim não atemorizam com isso. Eu não tenho temor disso, eu respondo pelos meus atos. E eu tenho clareza dos meus atos”, afirmou a petista ao repórter Darío Pignotti. A entrevista foi concedida na última sexta-feira (22), mas publicada neste domingo.

A presidente reconheceu ainda a participação de servidores da Petrobras no esquema de corrupção da empresa e falou sobre a Operação Lava Jato. No entanto, não citou nomes. “A Petrobras tem 90 mil funcionários, quatro funcionários foram e estão sendo acusados de corrupção. Muito provavelmente… Ninguém pode falar antes de serem condenados, mas todos os indícios são no sentido de que são responsáveis pelo processo de corrupção.”

Entre outros assuntos comentados por ela foram as denúncias de espionagem feitas pelos Estados Unidos contra o Brasil, a relação diplomática entre o governo norte-americano e Cuba — reiniciada há cinco meses — e a desistência do PSDB em bancar o pedido de impeachment contra ela. Fonte: Opção

sexta-feira, 22 de maio de 2015

Jataí no combate a carga tributária extorsiva, ao imposto da era medieval

Clique na imagem para ampliar
Nota JN: A Carga tributária brasileira é uma das mais extorsivas do mundo equivalendo com a da Suiça, mas com uma diferença gritante quando se fala da qualidade dos serviços públicos na qual o Brasil tem uma disparidade absurda com relação ao que se arrecada e o que é oferecido ao povo brasileiro em termos de benefícios. Não temos  segurança, educação equivalente a alguns países da África, nesse quesito perdemos para o nosso vizinho Chile, não tão somente sofremos cortes no final do ano passado de 7 bilhões na educação comprometendo o programa de financiamento para estudantes, o FIES, em moradia o programa minha casa minha vida está comprometido na maioria das cidades brasileiras, na saúde enfermos sendo "depositados" em corredores de hospitais em algumas cidades, na segurança a policia não é treinada e muito menos equipada perdendo para bandidos fazendo com que também o cidadão de bem ser trancado em suas próprias casas, na infra-estrutura perdemos também feio para a Suiça pois nossas estradas com a necessidade de um país que visa seu desenvolvimento, um exemplo é a nossa BR 158. Esses são alguns poucos exemplos para não citar a corrupção nesse país.
Para terminar governo deve fazer mais um corte absurdo na educação, 9 BILHÕES será o número. Somado aos 7 bilhões do ano passado logo após a posse da presidente chegaremos a 16 BILHÕES a menos de investimentos naquilo que deveria ser o instrumento de liberdade de um país e abraçar o desenvolvimento em todos os níveis. (Gideone Rosa)

Economia - Restaurantes vendem comida mais barata em dia sem imposto

Cidades goianas como Bela Vista de Goiás, Trindade, Jataí e Uruaçu também aderiram ao movimento.

Diversas ações e atividades vão ser desenvolvidas em vários estados brasileiros, com o objetivo de alertar a população sobre a alta carga tributária brasileira e para cobrar a expressa transparência e justa aplicação dos tributos recolhidos do empresariado nacional e da sociedade.

Em Goiânia, na próxima sexta-feira (22), alguns bares e restaurantes venderão pratos do cardápio de cada estabelecimento mais barato no Dia de Respeito ao Contribuinte e da Liberdade de Impostos (DLI). A proposta é conscientizar a população sobre a alta carga tributária, como são distribuídas as arrecadações em todo o país e a evolução do percentual desta carga ao longo dos governos.

Durante o DLI - que deverá ocorrer em outros dias de maio -, o objetivo também é cobrar a efetiva e correta aplicação de tributos em benefício de toda sociedade, além de coletar assinaturas para o Movimento Brasil Eficiente (MBE) - que propõe a Simplificação Fiscal por meio da redução do número de impostos, ponto de partida para a redução da carga tributária. Mais de 250 mil pessoas já assinaram o manifesto em www.brasileficiente.org.br .

Junto com parceiros, a Conaje e seus movimentos de empreendedorismo jovem vão promover, nas cidades participantes, ações como exposição de produtos com valores sem e com impostos, vendas de combustíveis e refeições sem a cobrança de tributos, happy hour sem impostos, entre outras ações.

Assim como em anos anteriores, um dos focos do DLI será o alerta sobre a alta carga tributária que incide na área da educação no Brasil. O presidente da Conaje, Fernando Milagre, alerta que, atualmente, “com o valor dos impostos recolhidos dos brasileiros é possível pagar mais de 753 milhões de mensalidades escolares em instituições particulares. Salienta ainda que hoje a classe empresarial destina 33% de seu faturamento somente ao pagamento de tributos”.

Levantamento da Conaje revela ainda que o Brasil é um dos poucos países do mundo que tributam a educação, com impostos ultrapassando os 37% nas mensalidades escolares.  No caso de materiais, a carga tributária pode chegar a quase 50% do valor cobrado pelo produto. Os dados são do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT). Durante o DLI, a Conaje também pretende chamar a atenção para o crescimento da carga tributária a cada governo, começando pelo governo Sarney com 22,9% de carga até o governo Dilma, correspondendo aos atuais 36,42% de carga tributária praticada no Brasil.

Nota JN: A Carga tributária brasileira equivale a da Suiça mas com uma diferença gritante quando se fala da qualidade dos serviços públicos na qual o Brasil tem uma disparidade absurda com relação ao que se arrecada e o que é oferecido ao povo brasileiro em termos de benefícios. Não temos  segurança, educação equivalente a alguns países da África, nesse quesito perdemos para o nosso vizinho Chile, não tão somente sofremos cortes no final do ano passado de 7 bilhões na educação comprometendo o programa de financiamento para estudantes, o FIES, em moradia o programa minha casa minha vida está comprometido na maioria das cidades brasileiras, na saúde enfermos sendo "depositados" em corredores de hospitais em algumas cidades, na segurança a policia não é treinada e muito menos equipada perdendo para bandidos fazendo com que também o cidadão de bem ser trancado em suas próprias casas, na infra-estrutura perdemos também feio para a Suiça pois nossas estradas com a necessidade de um país que visa seu desenvolvimento, um exemplo é a nossa BR 158. Esses são alguns poucos exemplos para não citar a corrupção nesse país.

Dia de alerta

Pela Lei 12.352/10, sancionada pelo então presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, e proposta (PL 819/07) pelo então deputado federal Sandro Mabel (PR-GO), o “Dia da Liberdade de Impostos” é celebrado sempre no dia 25 de maio. Em 2015, O DLI será realizado no dia 22 de maio, porque é alusivo ao período em que os brasileiros trabalham no ano para pagar impostos, taxas e tributos para o governo. Em média, 36% da renda bruta do trabalhador são comprometidas e direcionadas para pagar tributos federais, estaduais e municipais, segundo dados do Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT).

GOIÁS

Bela Vista de Goiás

22 de maio (sexta-feira)

Savanna Choperia e Restaurantes – Sucos, de R$ 13,90 por R$ 9,31, das 11 às 14 horas e das 18 às 24 horas – Av. Gilson Alves, Quadra 19, Lote 4, em frente ao lago

Goiânia

22 de maio (sexta-feira)

Durante todo o dia, venda de refeições sem impostos:

Café Nice – Manta mexicana, de R$ 59,90 por R$ 40,13. Das 11 às 14 horas – Avenida T-11, esquina com T-36, Quadra 112, Lotes 3, 110, Setor Bueno;

Carne de Sol Caicó – Panelinha de carne de sol do Cerrado, de R$ 39,90 por R$ 26,73 – Rua 140, 137, Setor Marista;

Celsin – Linguiça caseira, de R$ 43,90 por R$ 29,41, das 17 até 1 hora – Rua 22, 475, Setor Oeste;

Della Panificadora – Pão francês com desconto – Praça Wilson Sales, 116, Setor Nova Suíça;

Officina – Hambúrguer de cordeiro ao molho, de R$ 48,90 por R$ 32,76 – Rua T-64, 476, Setor Bela Vista.

Jataí

22 de maio (sexta-feira)

Chef Potato – Batata recheada de frango picante, de R$ 14,90 por R$ 9,98, das 10 às 22 horas – Jatahy Shopping;

Espetinho Ponto final – Jantinha, de R$ 12,00 por R$ 8,04, das 18 às 23 horas – Rua André Luiz, 1306, Vila Fátima;

Petiscaria Ponto do Peixe – Almôndega de peixe com queijo, de R$ 20,00 por R$ 13,40, das 19 horas às 21h30 – Rua Marechal Rondon, 1244, Setor Aeroporto;

Supermercado Tosta – Pão francês, de R$ 7,99 (o quilo) por R$ 5,35, das 6 às 21 horas – Rua Itarumã, 197, Setor Santa Maria.

Trindade

22 de maio (sexta-feira)

Adore Panificadora – Quitandas, de R$ 24,90 (o quilo) por R$ 16,68, das 8 às 12 horas – Avenida Manoel Monteiro, 913, Vila Pai Eterno;

Cerrado Goiano Restaurante – Almoço por quilo, de R$ 28,90 por R$ 19,36, das 11 às 12 horas – Av. Raimundo de Aquino, 597, Vila João Braz;

Dona Moça – Torta doce, de R$ 50,00 por R$ 33,50. Serão apenas as dez primeiras – Pedidos por telefone;

Pizzaria Casarão – Pizza Frangolone, de R$ 41,90 por R$ 28,07, das 19 às 24 horas – Rua Padre Redentorista, 5, Centro;

Studio Cabriole – Dança de salão e dança de ventre, de R$ 90,00 por R$ 60,30 . Sem limite – Rua 3, 123, Vila Pai Eterno.

Uruaçu

22 de maio (sexta-feira)

Bom bocado – Produto de R$ 0,35 por R$ 0,23 – Rua Mato Grosso, 1, Vila Santana;

Monjolos – Produto  de R$ 34,99 por R$ 23,44 – Avenida Cel. Gaspar, 45.

BR 158 continua sem nenhuma atenção

Ainda perdura a situação de abandono da BR 158 sentido Jataí Caiapônia.
Para os usuários da BR o caso já é de polícia pela falta de conservação da estrada. É uma estrada de ligação entre o norte e sul do país, sendo também um dos principais corredores de escoamento de grãos da região Centro-Oeste do Brasil.
Os caminhoneiros estão revoltados pelo tamanho dos prejuízos causados por esse abandono, mercadorias que se perdem, veículos quebrados e tempo perdido de viagem.

Atenção jataiense que vai com frequência na vizinha Rio Verde

NOVAS SINALIZAÇÕES SÃO IMPLANTADAS PARA FISCALIZAÇÃO COM RADAR EM RIO VERDE
A Agência Municipal de Mobilidade e Trânsito de Rio Verde (AMT), comunica a população, a implantação de novas sinalizações verticais (placas), indicando a fiscalização de radar portátil, em seis pontos da cidade. 

Nos locais, foram implantados dois tipos de placas de sinalização para melhor orientação da população, sendo: placas de regulamentação ( contendo a velocidade permitida da via), que são obrigatórias no caso de uso dos radares portáteis e placas de indicação, relatando a existência de fiscalização eletrônica de velocidade no trecho, que é facultativa, conforme resolução 396/2011 do CONTRAN. 

Nas vias onde as sinalizações foram implantadas, possuem a regulamentação de velocidade máxima de 50km/h. 

A AMT, vem utilizando o radar portátil, para fiscalizar os condutores que excedem a velocidade nas vias. 

O equipamento pode ser operado manualmente pelo agente de trânsito, com capacidade de monitoramento seletivo, adequado para trechos expressos e vias públicas, em locais e períodos que necessitem de fiscalização eventual do respeito à velocidade regulamentada. 

INFRAÇÕES 

A multa pelo excesso de velocidade varia de acordo com a infração cometida. Quando o motorista ultrapassa a velocidade em até 20% do limite estabelecido, a multa é de natureza média, custam R$ 85,13 e quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação. 

Acima de 20% até 50% da velocidade prevista, a multa é considerada grave: R$127,69 e cinco pontos na CNH. Caso o condutor atinja velocidade acima de 50% do definido para a via, o ato é entendido como gravíssimo, a multa chega a R$ 574,72, e o direito de dirigir é suspenso imediatamente. 

CONFIRA OS LOCAIS ONDE AS SINALIZAÇÕES VERTICAIS FORAM IMPLANTADAS: 

Rua Pedro Ludovico Teixeira – Bairro Santo Antônio de Lisboa 
Rua Pedro Ludovico Teixeira – Bairro Santo Agostinho 
Rua 14 – Bairro Jardim Goiás 
Avenida Beija Flor – Bairro Dom Miguel 
Avenida Beija Flor - Bairro Liberdade 

Avenida Atlântica – Bairro Valdeci Pires 
Fonte: Deo Notícias

quinta-feira, 21 de maio de 2015

Greve no ensino municipal

Após reunião, fim da greve no ensino municipal depende de assembleia
Negociação avança e categoria irá votar fim do movimento nesta quinta-feira. Professores e servidores estão paralisados há 37 dias, em Goiânia.
Sílvio Túlio/Do G1 GO
Uma reunião realizada na tarde desta quarta-feira (20) na sede do Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) discutiu a greve dos servidores municipais da Educação de Goiânia, que já dura 37 dias. Segundo o Sindicato Municipal dos Servidores da Educação do município de Goiânia (Simsed), a prefeitura aceitou algumas propostas que estavam pendentes, mas o fim da paralisação ainda depende de uma assembleia da categoria.
Foi a primeira vez que um encontro foi medido pelo MP-GO. Além da promotora Simone Disconsi de Sá Campos, coordenadora do Centro de Apoio Operacional (CAO) da Educação, também participaram membros do Simsed, a secretaria municipal de Educação, Neyde Aparecida, e o procurador-geral do município, Carlos de Freitas.
Entre os pontos requisitados pelo comando de greve que foram aceitos pela prefeitura, está o pagamento de 30% de gratificação aos auxiliares educativos. "Esse valor será dividido, sendo 7,5% em setembro, o mesmo valor em dezembro e o restante em janeiro", explica o coordenador de comunicação do Simsed, Hugo Rincon.
Além disso, o reajuste horizontal por tempo de serviço, que era feito a cada quatro anos, foi reduzido para dois. As titularidades começarão a ser pagas em setembro. Já o pagamento retroativo da data-base de 2014 será discutido futuramente.
Rincon explicou que as propostas serão votadas em assembleia da categoria marcada para quinta-feira (21), às 8 horas, na sede da SME. Caso sejam aceitas pela maioria, a greve será encerrada.

Radio Line link 2