sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

UPA será inaugurada hoje às 10 horas da manhã

Prefeitura Municipal realizará três inaugurações nesta sexta-feira

Por Raica Evangelista   
Nesta sexta-feira (09), a Prefeitura Municipal de Jataí realizará três importantes inaugurações para o nosso município. Ás 8h acontecerá na área do antigo CIAJ, a inauguração do Núcleo de Atenção Psicossocial Sandra Borges Vilela Cardoso (NAPS) e da Unidade de Acolhimento Infantojuvenil Irmã Bernadete. Logo após, às 10h, será realizada a inauguração da Unidade de Pronto Atendimento Dr. José Benedicto Barbosa (UPA), localizada na Rua Jerônimo Silva, esquina com a Av. Goiás, no Centro de Jataí.

O NAPS se destina ao atendimento especializado de referência em saúde mental, com equipe multiprofissional composta por médico psiquiatra, enfermeiro, assistente social, psicólogos, técnicos de enfermagem e outros, que atendem aos usuários com transtornos mentais, em decorrência do uso e abuso de álcool e outras drogas que não tem o perfil de atendimento nos Centros de Atenção Psicossocial - CAPS.

A Unidade de Acolhimento Infantojuvenil é uma unidade de acolhimento voluntário que abrigará crianças e adolescentes de 10 a 18 anos de idade de ambos os sexos que estão em situação de vulnerabilidade social e familiar decorrente ao uso de crack, álcool e outras drogas. A unidade oferecerá educação, convivência familiar e acompanhamento protetivo e fará parte da rede de atenção psico social do município.

A Unidade de Pronto Atendimento, UPA, é um tipo de unidade hospitalar de média complexidade implantada em várias cidades do Brasil, que faz parte do Sistema Único de Saúde (SUS). A UPA faz a intermediação entre as Unidades Básicas de Saúde e os Hospitais, com o objetivo de diminuir as filas nos prontos-socorros dos hospitais, evitando que casos de menor complexidade sejam encaminhados para as unidades hospitalares.

CCJ aprova projeto que cria Universidade Federal de Jataí

Por Raica Evangelista   
A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania aprovou ontem (07), o Projeto de Lei 5275/16, do Executivo, que cria a Universidade Federal de Jataí (UFJ), a partir do desmembramento da Universidade Federal de Goiás (UFG). A universidade terá sede em Jataí (GO), com o campus constituído das unidades Riachuelo e Jatobá - Cidade Universitária José Cruciano de Araújo.

De acordo com o texto, ficam transferidos da Universidade Federal de Goiás para a Universidade Federal de Jataí os cursos, os alunos devidamente matriculados e os cargos ocupados no campus até a data de entrada em vigor da lei. Os bens do campus que passará a integrar a Universidade de Jataí também serão transferidos.

A proposta também cria cargos para compor a nova estrutura: 67 técnicos administrativos; 266 funções gratificadas e cargos de direção.

O relator, deputado Lucas Vergilio (SD-GO), apresentou parecer pela aprovação. Segundo ele, a criação desta Universidade em si já trará aquecimento à economia local, além de melhorar a oferta de educação de qualidade.

Pela proposta, a administração superior da UFJ será exercida pelo reitor e pelo Conselho Universitário, no âmbito de suas respectivas competências, a serem definidas no seu estatuto e no seu regimento geral.

O projeto, que tramita em regime de urgência, precisa ser analisado ainda pela Comissão de Finanças e Tributação e pelo Plenário.

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Câmara Municipal de Jataí em destaque

Catedral de Jataí sob neblina (foto: Gidros)
PEC dos gastos públicos será discutida amanhã em audiência pública

Será realizada nesta quinta-feira, dia 8, a partir das 20 horas, no plenário da Câmara Municipal de Jataí, uma audiência pública em que será discutida a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 55, a chamada PEC dos gastos públicos, em tramitação no Senado Federal. Toda a comunidade está convidada a comparecer e contribuir para o debate do projeto, encaminhado pelo governo federal com o objetivo de congelar as despesas primárias da União pelos próximos 20 anos. Ao final da audiência, proposta pelo presidente Marcos Antônio, será produzido um documento com a opinião da sociedade jataiense a respeito do tema, que será enviado aos senadores como forma de subsidiar a discussão naquela casa.  

Adilson defende implantação de redutor de velocidade na Avenida Castelo Branco

O vereador Adilson Carvalho requereu à SMT a implantação de um redutor de velocidade na Avenida Castelo Branco, nas proximidades do setor Dom Benedito. "A obra vai coibir o excesso de velocidade e trazer mais segurança a condutores de veículos e transeuntes, pois são muitos os relatos de acidentes naquela via", disse o parlamentar.

Thiago pede isenção de ITBI para moradores do Cidade Jardim II

O vereador Thiago Maggioni solicitou à administração municipal o cumprimento do dispositivo da lei 1.440, de 1990, com a redação atribuída à lei complementar 021, de dezembro de 2015, que isenta do Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis (ITBI) os imóveis adquiridos por meio do Sistema Financeiro de Habitação (SFH). A medida atenderia de imediato os moradores do bairro Cidade Jardim II, o que os igualaria aos beneficiários da primeira etapa do programa Minha Casa, Minha Vida, que foram isentos daquele imposto.

Soró propõe distribuição de cartilhas para prevenção contra pedofilia via internet

O vereador Nilton César Soró propôs ao executivo municipal a confecção de uma cartilha de orientação às crianças para prevenção contra a pedofilia via internet. "Este é um dos problemas mais sérios da sociedade brasileira", asseverou o parlamentar. "E ele tem se disseminado de forma assustadora ao redor do mundo. A cartilha não vai acabar com a pedofilia, mas poderá alertar os jovens e adolescentes, pois a escola é, juntamente com a família, responsável em formar o cidadão e zelar por ele".

Criação da Universidade Federal de Jataí avança na Câmara

Autor de indicação ao governo federal pela criação das universidades federais de Jataí e Catalão e relator das matérias em duas comissões, Daniel Vilela comemora união da bancada goiana em torno de projetos. 

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania da Câmara dos Deputados (CCJ) aprovou nesta quarta-feira, 7, relatório do deputado Lucas Vergílio (SDD-GO) favorável à criação da Universidade Federal de Jataí (UFJ). A mesma comissão já havia aprovado na semana passada o parecer de Fábio Sousa (PSDB-GO) pela criação da Universidade Federal de Catalão (UFCat). O deputado federal Daniel Vilela (PMDB-GO) é autor de indicação ao governo federal pela criação das duas universidades e foi o relator dos dois projetos, de autoria do Poder Executivo, na Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público (CTASP) e na Comissão de Educação. 

“Tem sido muito importante o trabalho conjunto da bancada goiana para garantir o bom andamento da matéria e atender esse desejo dos dois municípios de contarem com universidades públicas autônomas e mais afinada com as demandas das duas regiões do Estado”, afirma Daniel Vilela. A criação das duas instituições virá do desmembramento das unidades da Universidade Federal de Goiás (UFG) nos municípios.

Em junho, Daniel Vilela promoveu audiências públicas nas duas cidades, com participação da comunidade acadêmica, servidores técnico-administrativos, setor produtivo e lideranças políticas, para discutir a proposta. Em ambas audiências, que contaram também com a participação do reitor da UFG, Orlando Amaral, a criação das unidades de ensino autônomas teve amplo apoio popular. Daniel também articulou junto à Presidência da República e ao Ministério da Educação o envio dos projetos para apreciação da Câmara.

“Entendemos que a criação das universidades, na modalidade desmembramento, ou seja, com impacto ínfimo no orçamento, possibilitará uma verdadeira independência e autonomia dessa instituição de ensino superior com possibilidades muito mais amplas de alavancar os resultados almejados para o desenvolvimento das regiões”, avalia o deputado.

O diretor da unidade do Sudoeste goiano, professor Alessandro Martins, esteve hoje em Brasília acompanhando a votação: “É importante aprovarmos o quanto antes para já iniciar 2017 planejando a transição”, afirmou. O projeto está prestes a ser analisado na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara, onde também é relatado por Lucas Vergílio. 

Jataí cresce tanto na horizontal como na vertical

Foto: (Dispositivo móvel) - Flávio Assis
Mesmo na crise onde a maioria dos municípios são penalizados, Jataí se encontra em uma situação privilegiada

Nos últimos anos a cidade de Jataí teve um crescimento vertiginoso em vários aspectos passando pelo agronegócio, sua espinha dorsal, educação em nível acadêmico e principalmente na construção civil. A cidade conta hoje com cerca de 10 edifícios em obras, muitos já ganhando as alturas. Construção de prédios, edifícios, torres e até arranha-céus dentre os quais um edifício comercial de doze andares com salas para engenheiros, médicos, psicólogos, arquitetos, empresas industriais e comerciais que começa a ser erguido em um dos pontos mais valorizados da cidade, a Av. Veriano de Oliveira Lima esquina com a Av. Goiás.

Ontem em visita a esses investimentos, com duas torres, tivemos a informação de que o lançamento foi um sucesso, 70 % das vendas efetuadas. Indagamos sobre outros possíveis investimentos pela empresa e um dos responsáveis pelas vendas nos passou que na mesma área o projeto é a construção de mais duas torres já para o próximo ano.

Sobre possíveis problemas financeiros por parte dos condôminos, indagamos sobre qual o percentual de inadimplência, fomos informados de que esse  percentual não chega a 3 por cento. Sobre o cronograma da construção das duas torres a obra está em um estágio adiantado, até acima do previsto.

O que nos chama a atenção nesse contexto da construção civil é o montante de operários empregados que somados em todas essas obras passam de 500. Mais de 500 famílias que estão sendo assistidas através destes empregos.

Em se tratando das duas torres em construção, que estão em uma área super privilegiada da cidade, geograficamente falando,  já estão transformando a região. A valorização dos demais imóveis no entorno teve um salto muito expressivo. E não é só, já há investidores construindo próximo ao local de olho no fluxo de pessoas que advirá do complexo imobiliário, que poderá passar de mais 600 pessoas em circulação. Serão investimentos na área de alimentação, padaria, vestuário, supermercado e lojas de utilidades, o que fomentará a economia não só da região mas também do município e atrairá grandes investidores.

Fim do horário de verão em Goiás

Um assunto que já  se torna enfadonho. 
Não é de  hoje que entra ano e sai ano algum deputado goiano aparece dizendo que fará projeto que determina o fim do horário de verão no estado de Goiás e  mais uma vez vem à tona mais uma discussão sobre o tema, uma proposta do deputado Luis Cesar Bueno. (JN)

Projeto quer acabar com horário de verão em Goiás

Por Amanda Damasceno/Opção
Proposta de Luis Cesar Bueno afirma que economia de energia no período não compensa os sacrifícios impostos à população

Nesta terça-feira (6/12), o deputado estadual Luis Cesar Bueno (PT) apresentou mais um projeto de lei que pretende acabar com o horário de verão em Goiás. De acordo com o parlamentar, a medida — que faz com que todos tenham que adiantar os relógios em uma hora entre outubro e fevereiro — é incabível para o Estado, já que “não gera nenhuma economia de eletricidade”.

“A economia média no consumo de energia no horário de pico, durante a vigência do horário de verão, fica entre 4% e 5%. Cabe, então, questionar se essa economia compensa os enormes sacrifícios impostos à população”, afirma o projeto.

O horário de verão afeta os moradores de Goiás, Distrito Federal, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo, Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul. Ele foi adotado pela primeira vez em 1931, mas só passou a ser uma determinação anual em 1985. A abrangência, inicialmente nacional, foi reduzida por diversas vezes até atingir a atual em 2003.

Luis Cesar Bueno tenta levar o debate para nível nacional, se espelhando no que fizeram alguns estados do Nordeste. A Bahia adotou o horário de verão durante o tempo e acabou, depois, voltando a ficar fora da zona afetada pela medida.

O deputado elencou alguns benefícios de acabar com o horário de verão no Estado: “vamos acordar com o dia mais claro, evitar estresse das crianças que estudam cedo e melhorar até no trabalho”, afirmou. Ele lembrou que as consequências que as pessoas enfrentam — sonolência, fadiga, dores de cabeça, falta de concentração e irritabilidade — também não serão mais sentidas.

Outro problema apontado pelo parlamentar foi a questão da segurança. “A falta de segurança, que, já tão grande, aumenta muito nas madrugadas do verão brasileiro. O risco de ser vítima de assalto, roubos e outras espécies de violência é muito grande”, defende o projeto.

A matéria segue para a Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) e, caso aprovada, segue para o Plenário, onde passa por duas votações.

Desembargador rejeita recurso do Conselho Federal e mantém nova eleição na OAB-GO

Novély Vilanova indeferiu ação que pedia que candidatos considerados inelegíveis na eleição de 2015 em Goiás pudessem ser apenas substituídos 

Por Alexandre Parrode/Opção
O desembargador Novély Vilanova, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, rejeitou, na tarde desta terça-feira (6/12), o recurso apresentado pelo Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (CFOAB) à decisão de cassar a chapa vitoriosa e impor novas eleições na seccional goiana da Ordem.

Assinada pelo presidente Claudio Lamachia, a ação de reconsideração parcial de sentença pedia que o magistrado revisse a necessidade de um novo pleito e que aceitasse os substitutos apresentados pela então chapa do atual gestor, Lúcio Flávio de Paiva Siqueira, à época da disputa.

Arcenio Pires da Silveira (conselheiro seccional), Marisvaldo Cortês Amado (conselheiro federal) e Thales José Jayme (vice-presidente) não poderiam ter concorrido em 2015, pois foram considerados inelegíveis pela comissão eleitoral, pelo não cumprimento do exercício de cinco anos ininterruptos da advocacia, requisito básico do Regulamento Geral da OAB.

Na decisão, Vilanova esclareceu que, como os candidatos eram inelegíveis, evidentemente, não há necessidade de determinar o afastamento: “Isso é uma decorrência natural da liminar confirmada pela decisão do relator.”

Sendo assim, se faz indispensável uma nova eleição. Esta deverá, decide ele, ser organizada sob os cuidados e regramentos do próprio Conselho Federal. “Cabe à OAB estabelecer as normas adequadas para o processo eleitoral, nos termos do art. 128 e 137-A do seu Regulamento Geral com as adaptações que couber. Não cabe ao juiz nessa matéria interna corporis”, arrematou.

Esta é mais uma derrota na Justiça do presidente Lúcio Flávio de Paiva e do próprio Conselho Federal, que deve, segundo decisão, realizar o novo pleito no prazo de 30 dias. Trata-se de uma liminar, que foi questionada, também, à direção do TRT.

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Justiça do Trabalho de Jataí realiza leilão

A Justiça do Trabalho de Jataí em conjunto com o leiloeiro oficial Álvaro Sérgio Fuzo realizam leilão presencial e eletrônico no dia 12 de dezembro de 2016, a partir das 13:00 horas, no Hotel Honorato Plaza e com lances online de qualquer lugar do país, pelo site www.leiloesjudiciais.com.br/go
No evento, serão leiloados imóvel localizado em Jataí, Ranger XLSCD4, ano 14/15 e outros bens. Interessados podem obter informações mais detalhadas pelo site www.leiloesjudiciais.com.br/go ou então pelo 0800-707-9272.

Aconteceu no Legislativo Municipal de Jataí

Vista aérea de Jataí
Soró requer ponto de ônibus com cobertura na Vila Santa Maria

Por Francisco Cabral
O vereador Nilton César Soró requereu à administração municipal a instalação de um ponto de ônibus com cobertura na Avenida Dorival de Carvalho, à altura do número 1.778, na Vila Santa Maria. Ele solicitou ainda a colocação de bancos no local, pois os usuários do transporte coletivo, especialmente os idosos, sofrem durante a espera do ônibus.

Adilson sugere redutor de velocidade para rua do Colmeia Park

O vereador Adilson Carvalho sugeriu à SMT a implantação de um redutor de velocidade na Rua 34, esquina com a Rua 29, no setor Colmeia Park. Os veículos trafegam em alta velocidade naquela via, que possui declive bastante acentuado, o que aumenta o risco de colisões e atropelamentos.

Vinícius solicita recapeamento de trecho da Rua Tiradentes

O vereador Vinícius Luz solicitou à prefeitura o recapeamento da Rua Tiradentes, no trecho entre a Avenida Joaquim Cândido e a Rua Francisco França, no setor Antena. “Aquela via necessita de imediato do recapeamento, posto que se trata de uma importante rua de nossa cidade, com grande fluxo de veículos”, relatou o parlamentar.

Carlos Miranda quer recuperação da JTI-302

O vereador Carlos Miranda reivindicou ao executivo a recuperação da estrada JTI-302, que liga a GO-467 à JTI-301, também conhecida como Estrada do Ponto Chique. Em visita ao local, o parlamentar constatou as dificuldades encontradas para o tráfego de caminhões, máquinas agrícolas e ônibus do transporte escolar.

Prefeitura inicia construção do Centro Especializado em Reabilitação - CER III

Conjunto Rio Claro ao lado do Jatobar
Por Raica Evangelista   
A Prefeitura Municipal de Jataí e Secretaria Municipal de Saúde, através da Secretaria de Obras, está iniciando a construção do Centro Especializado em Reabilitação, nas modalidades: Auditiva; Intelectual e Visual (CER III), localizado no Conjunto Rio Claro.

A obra é uma parceria do Ministério da Saúde com a Secretaria Municipal de Saúde, e oferecerá todo o atendimento e acompanhamento necessários para que pacientes com deficiência intelectual, auditiva e visual de todas as idades alcancem uma melhor qualidade de vida.

O Centro Especializado em Reabilitação – CER III realiza um trabalho de referência para a habilitação/reabilitação da pessoa com deficiência, com ações executadas por equipes multiprofissionais e desenvolvidas a partir das necessidades de cada indivíduo e de acordo com o impacto da deficiência sobre sua funcionalidade, através de uma abordagem interdisciplinar e o envolvimento direto de profissionais, cuidadores e familiares nos processos de cuidado.

A obra, que teve início no mês de novembro deste ano, está prevista para ser concluída no início de 2018.

Futebol - Muitos querem a volta da Jataiense

Mas a que preço? 

Por Gideone Rosa
A Associação Esportiva Jataiense já teve seus momentos áureos e boas campanhas no futebol goiano, porém nos últimos anos devido a uma sequência de erros que culminou com rebaixamentos, acumulou dívidas até chegar a perda de seu principal patrimônio, o estádio Jerônimo Ferreira Fraga, o que deixou seu fundador, o próprio Sr. Jerônimo profundamente entristecido.

Muitos querem a volta da Jataiense, porém não apresentam uma solução coerente. Aliás esperam uma solução, o socorro do governo municipal, o que não parece em nada coerente com a situação de crise atual e com a maioria da população que é contra já que qualquer coisa nesse sentido afetaria diretamente o bolso do contribuinte. Muitos dos desejosos torcedores dizem que não esperam nada do poder público, isso na teoria pois na prática bem lá no íntimo, é sim o que querem, pois tal ação já aconteceu no passado por parte do governo municipal.

Nesse momento de muita dor um time dá uma lição de gestão no futebol, a Chapecoense, que esteve no pior nível do futebol catarinense, deu a volta por cima e surpreendeu a todos com uma administração séria e responsável. Chamou os apaixonados pelo clube, envolveu a todos no novo processo de reestruturação e com efetiva participação do empresariado local, que acreditou nesse novo processo, hoje está na elite do futebol brasileiro. Com tanta luta a Chapecoense, salvo a tragédia que acometeu todo o time nesse acidente aéreo o que nos entristeceu a todos, tem um exemplo de superação no futebol brasileiro com fortes patrocinadores como a Aurora empresa do ramo de alimentos e um dos maiores bancos do país, a CEF.

Sendo assim, é nesse exemplo que a Jataiense deveria se espelhar. Convocar seus apaixonados torcedores, deixar vaidades de lado, colocar pessoas realmente sérias no comando, conquistar os empresários locais nessa investida dando um basta na política paternalista e caminhar com as próprias pernas. Jataí é um município rico com empresas de grande poder econômico como a própria Raízen, a Dreyfus e demais empresas principalmente do ramo do agronegócio que movimentam milhões de reais por mês.

Tudo é possível desde que se tenha foco, determinação e acima de tudo seriedade em torno de um objetivo.  

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Deputado Lissauer Vieira consegue repavimentação da GO 184

Através de pedido do deputado a GO que liga Itumirim à Aporé está sendo reconstruída.

ASCOM 
O deputado estadual Lissauer Vieira, líder do PSB na Assembleia Legislativa, através de solicitação ao governo estadual de Goiás e à Agencia Goiana de Transportes e Obras (Agetop), conseguiu a recuperação da GO 184, que liga Itumirim à Aporé, localizada no Sudoeste Goiano.

A rodovia que já está sendo reconstruída faz parte do projeto Rodovida Manutenção, que consiste em um programa estadual com objetivo de manutenção preventiva e corretiva de toda malha rodoviária.

De acordo com o deputado Lissauer a cobrança desta obra tem sido feita à algum tempo. “Tenho cobrado muito a recapeação desta GO, e agora tivemos o resultado. A rodovia estava em condições horríveis e com os serviços a da região população irá trafegar com mais facilidade e melhorando o transporte da produção local”.

Além desta rodovia o deputado tem cobrado incessantemente a revitalização de várias outras GOs. “Não me canso de ir atrás de resultados, tenho cobrado também a repavimentação da GO que liga Caçu a Itajá, além da GO entre Serranópolis e Itumirim e claro a duplicação da GO 174, que liga Rio Verde a Montividiu. Não me descansarei enquanto não conseguir resultado para todas".

A GO 184 receberá operação tapa-buraco, remendos profundos, selagem de trincas, recomposição de elementos de drenagem superficial, e manutenção preventiva com selagem asfáltica. 

Palestras

Palestras
Invista em seu maior patrimônio, Pessoas.