Radio Line link 1

Radio Line link 2

Mundo Informática

Na Geral

Loading...

terça-feira, 23 de setembro de 2014

JUSTA CAUSA – Art. 482 da CLT – Alínea “e” - DESÍDIA NO DESEMPENHO DAS RESPECTIVAS FUNÇÕES

Por Adalberto Lemos - Com exclusividade JN
O empregador pode dispensar o empregado sob a alegação de JUSTA CAUSA (espécie de dispensa motivada) com base na DESÍDIA NO DESEMPENHO DAS RESPECTIVAS FUNÇÕES.
Mas o que vem a ser desídia exatamente?
A  palavra desídia deriva do latim “desidere” que significa estar ocioso.
No dicionário Aurélio desídia  tem os sinônimos de   desleixo,  desatenção,  preguiça,  negligência e indolência.
O empregador, pode, portanto, dispensar o empregado tanto por não se mostrar produtivo, como, também, por negligência, manifesta ausência de vontade de trabalhar, imperícia em suas atividades, desinteresse e por fim a imprudência.
A negligência se caracteriza pela falta de cumprimento do empregado para com seus deveres resultantes do contrato de trabalho e que é obrigado a cumprir em razão desse, como por exemplo faltar constantemente ao trabalho ou chegar atrasado sem motivo justificável ou comunicação ao empregador.
Por outro lado a imperícia é considerada a falta de de habilidade em exercer uma  função, por exemplo, para a qual não foi contratado e, por conta e risco, se dispôs a executá-la sem estar apto para tal. Como exemplo podemos citar o fato de um lavador de veículos de um determinado estabelecimento, seu a anuência do empregador, ao retirar um veículo da rampa acaba danificando-o. Poderá o mesmo ser dispensado por justa causa em razão dos danos causados ao veículo do cliente.
Imprudência: é a ausência de atenção principalmente às regras de segurança e medicina do trabalho ou, por exemplo, de condução de veículos por profissional devidamente treinado para tal. Um motorista profissional que abalroa um outro veículo por condução perigosa ou excesso de velocidade pode, caso tenha causado prejuízo direto ao veículo, carga ou terceiros ou colocado em risco a vida dos passageiros.
Mas a principal caracterização da DESÍDIA, como já dissemos, é da falta ao trabalho ou os atrasos constantes pelo empregado, sempre que não apresentar justificativas legalmente previstas.
A falta deve ser, inicialmente, motivo de advertência, imediatamente após o retorno ao trabalho ( no dia seguinte a falta injustificada).
Caso o empregado continue agindo de forma desidiosa, ou seja, faltando ao trabalho, é importante que seja novamente advertido e por fim suspenso, duas ou três vezes pelo menos, antes da aplicação da dispensa por justa causa.
Importante frisar que caso o empregador não puna o empregado anteriormente, mesmo que ele tenha inúmeras faltas, há a caracterização do perdão tácito, ou seja, o empregador não pode após tantas faltas sem qualquer punição demitir o empregado por justa causa, já que ele teria “perdoado” (não puniu as anteriores) as faltas havidas antes da dispensa.

Direito Trabalhista a demissão por justa causa tem alguns princípios para se configurar a justa causa, a Imediatidade, (punição imediata após a falta) a Proporcionalidade ( a punição deve ser proporcional ao ato cometido) e a Razoabilidade (É onde o empregador impõe seus limites de tolerância a atos infracionais).

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Ruas dos povoados de Naveslândia e Estância estão sendo pavimentadas

Rua em Naveslandia 
Com o princípio de levar desenvolvimento para toda parte da cidade, incluindo os distritos, a Prefeitura de Jataí, através da Divisão de Pavimentação Asfáltica da Secretária de Obras, está asfaltando diversas ruas dos povoados de Naveslândia e da Estância.

No povoado de Estância estão sendo asfaltadas 5 ruas, totalizando cerca de 5.000 metros quadrados de malha asfáltica. Já no povoado de Naveslândia o asfalto beneficiará 6 ruas, num total de 6.000 metros quadrados.

Ao todo, nos 02 povoados estão sendo investido com essa pavimentação asfáltica cerca de R$ 300 mil, beneficio que está sendo bastante comemorado pelos moradores dos 02 povoados.

Veículo é lançado da Serra de Jaraguá e mata ex-vereador


O ex-vereador Marcos Aurélio Gonçalves, 39, morreu na manhã desta sexta-feira (19), dentro do Parque Estadual da Serra de Jaraguá, área de reserva ambiental e ponto de prática esportiva.
Segundo informações prestadas por um parente de Marcos, ele teria ligado para sua mãe ainda de madrugada, dizendo que a amava, quando os familiares, temendo o pior — começaram as buscas.
Por volta das quatro horas da manhã, um tio de Marcos Aurélio foi até o topo da Serra, no local onde pilotos de parapentes usam a rampa para saltar, quando encontrou sua carteira com os documentos sob uma pedra.
Naquele momento, o tio da vítima, depois de procurar nas imediações, avistou o carro na ribanceira, em um local de difícil acesso. Questionado pela produção do JN se Marquinhos fazia uso de medicamento antidepressivo, o tio disse que não, mas alegou que o mesmo tinha problemas de ordem familiar, porém, a família jamais acreditaria que, mesmo prometendo que um dia daria fim em sua vida, se jogando da Serra, a promessa não seria executada, disse.
O corpo de Marcos estava a pelo menos 100 metros distante do veiculo, o que leva a crer que o mesmo foi lançado para fora do carro durante a queda.
Marcos Aurélio Gonçalves foi vereador em Jaraguá entre 2004 a 2006 pelo PP. Atualmente, o ex-vereador ocupava o cargo de Secretário de Juventude, Esporte e Lazer, cargo que o mesmo exercia com afinco. Nos últimos dias, Marquinhos estava dando palestras para alunos de escolas públicas, sempre falando sobre a prática saudável do esporte.
De acordo com informações do capitão Tiago Abala, do Corpo de Bombeiros, uma guarnição está no local onde foi encontrado o carro e o corpo da vítima. Até o fechamento da matéria, a Polícia Técnica Científica ainda estava no local fazendo as perícias para recolher o corpo.
Fonte: Deo Notícias

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Em breve Jataí terá mais um cartão postal

Projeto de revitalização do Viaduto é apresentado
O departamento de arquitetura da Secretaria de Obras apresentou o projeto de revitalização do viaduto João Joaquim de Carvalho, serão executado no local os serviços de paisagismo, iluminação e ainda será construído um arco.
O projeto segue agora para a licitação para os procedimentos legais e em breve a obra deve começar, a previsão é que ela seja entregue nas festividades dos 120 anos de Jataí.

Fundação Raízen realiza ação durante 3º Prêmio Jataiense Educar para o Trânsito

Fundação Raízen participa da premiação com a apresentação de uma peça de teatro

Jataí, 18 de setembro de 2014 – Em parceria com a Superintendência Municipal de Trânsito (SMT) de Jataí, a Fundação Raízen irá participar da terceira edição do Prêmio Jataiense Educar para o Trânsito com a apresentação do espetáculo teatral “O trânsito é meu, é seu, é nosso”. O espetáculo irá tratar das imprudências cometidas por motoristas no trânsito. Após a cerimônia, alunos da Fundação Raízen irão participar de uma Blitz Educativa nas proximidades do evento com o objetivo de promover a conscientização de pedestres e motoristas.

“Queremos mostrar às pessoas que a imprudência de pedestres, motoristas e ciclistas é muito perigosa. Somente com a conscientização de todos teremos um trânsito seguro”, afirma Ana Carla Lopes, coordenadora da Fundação Raízen em Jataí.

Serviço:
Espetáculo “O trânsito é meu, é seu, é nosso”
Local: Auditório do Instituto Federal de Goiás, localizado na Rua Riachuelo nº 2090 Setor Samuel Graham
Data: 18/09/2014
Horário: 14h
Contato: Ana Carla Lopes (64-3636-2268)

Jataí entra no contexto da aviação regional no país

SAC já analisou 240 estudos de viabilidade técnica de aeroportos regionais

Aviação regional
Notícia foi dada pelo secretário executivo da SAC, Guilherme Ramalho, na manhã desta quinta-feira (18/9) em evento de infraestrutura aeroportuária realizado em São Paulo

Dos 270 aeroportos regionais contemplados no programa de desenvolvimento do Governo Federal, 240 já possuem o estudo de viabilidade técnica analisado pela Secretaria de Aviação Civil (SAC). A notícia foi dada pelo secretário executivo, Guilherme Ramalho, durante evento de infraestrutura aeroportuária realizado nesta quinta e sexta-feira em São Paulo.

“Estamos na fase de construção do alicerce do programa e já recebemos e analisamos 240 estudos de viabilidade técnica”, anunciou Ramalho. “Agora poderemos definir os investimentos propriamente ditos e colocar as obras na rua”, completou.

O representante da SAC explicou que a estimativa inicial é que sejam investidos R$ 7,3 bilhões na melhoria dos 270 aeródromos, que foram escolhidos de acordo com a projeção de demanda para os próximos anos. De acordo com Ramalho, nos próximos meses a aviação regional receberá mudanças significativas.

“Acredito que neste segundo semestre e ao longo de 2015 teremos um volume de investimento muito grande em aviação regional, e ainda nos próximos dois, três anos teremos uma transformação efetiva na estrutura aeroportuária regional”, disse. “E junto com um isso um aumento bem expressivo da oferta de voos”, acrescentou.

Segundo o secretário, as intervenções são de extrema necessidade para atender o crescimento da aviação civil no Brasil, que tem registrado aumento anual médio de 11%. “Em 2013 registramos um movimento de 203 milhões de passageiros nos nossos aeroportos. E para atender a demanda, investimos R$ 11 bilhões na expansão da infraestrutura, e continuamos a investir”.

Ramalho ainda destacou que o incremento do setor aéreo, além de promover a integração do país, que possui dimensões continentais, funciona como um indutor econômico e social, já que gera empregos diretos e indiretos.

Cargas - Indagado sobre o transporte aéreo de cargas, o secretário executivo da SAC contou que os passageiros foi o aspecto priorizado na escolha dos aeroportos para receberem melhorias neste primeiro momento do programa de investimentos na aviação regional.

“De maneira geral e coletiva, pensamos nos passageiros. Até porque, o transporte de cargas no Brasil é muito concentrado. Podemos dizer que ele se concentra em quatro aeródromos”, relatou Guilherme Ramalho. “No entanto, quando vamos discutir sobre o projeto de um aeroporto, se ele tem vocação para cargas, isso é levado em consideração. Mas não poderíamos ter uma rede de aeroportos só para cargas”, finalizou.

O Brasil possui 3.595 aeródromos, sendo que 714 são públicos e 2.881, privados.

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

O que circula na REDE - Criatividade marginal

CUIDADO !!!
A PLACA DO SEU CARRO MOSTRADA POR QUEM ESTÁ ULTRAPASSANDO!
       
A imaginação dos marginais não tem limites...

Os criminosos esperam, num estacionamento, e depois de você sair do carro, tiram sua placa, assim não tocam o alarme e ficam à espera. Depois, te seguem, te ultrapassam e mostram a placa pela janela, como se ela se tivesse desprendido do teu carro.

Talvez você fique surpreso ao reconhecer a tua placa e, sem desconfiar por achar que ela caiu, resolve parar para recuperá-la e agradecer a quem tão "generosamente" deseja devolver a placa que você nem reparou que tinha caído...Parar é tudo o que eles querem que você faça. Aí já é tarde demais e terá sorte se não for violentamente tratado, raptado, ferido ou até morto.

Não pare, seja por qualquer motivo​ ! ​

Uma placa não é nada, comparada com a sua integridade física.

Pense no que poderá acontecer, antes de agir. Os criminosos são espertos e podem ser extremamente violentos quando querem conseguir alguma coisa.

Este golpe está acontecendo em diversas localidades do país.

Executivo Municipal em Foco

Jataí é qualidade de vida

Últimas Notícias

Mais em: Últimas Notícias

Obra de ampliação do Centro Médico está em ritmo acelerado

Por Marcos Oliveira  
A obra de ampliação do centro médico está em ritmo acelerado, na manhã desta quarta-feira, dia 17, teve início uma importante etapa, a concretagem da 1ª lage da obra, vários trabalhadores da empresa contratada estão trabalhando em dois turnos para cumprir o cronograma.

Segundo o Secretário de Obras do município, Engenheiro Tales Augusto Machado, as obras estão dentro do cronograma e por ser complexa, a previsão para a conclusão da 1ª etapa é para o final de 2015 e de toda obra para o fim de 2016. Ainda segundo o Secretário os blocos B e C já foram licitados e esta semana as empresas vencedoras deverão ser conhecidas.

O projeto de ampliação prevê que a unidade será ampliada em cerca de 75%, passando dos atuais 6.095 para 10.629,91 metros quadrados.
Serão construídos novos pavimentos de enfermaria, uma nova emergência, uma nova Unidade de Terapia Intensiva (UTI) com 12 leitos, um novo pronto-atendimento e centro cirúrgico. Terminada a obra, a unidade terá 150 leitos. Serão investidos na obra cerca de R$ 10 milhões.

Polícia prende anapolino que matou pastor com golpes de espada por causa de assento de ônibus


Por Thiago Burigato
Segundo testemunhas, o pastor pediu pelo assento reservado a ele e não houve discussão. No entanto, quando chegaram à rodoviária, Guilherme atacou a vítima
A polícia prendeu na noite desta terça-feira (16/9) o homem suspeito de ter matado um pastor por conta de um assento de um ônibus que ia de Goiânia até Brasília. Para cometer o crime, Guilherme Augusto Rodrigues, de 23 anos, residente em Anápolis, utilizou uma espada, que carregava junto com três facas.

De acordo com a Polícia Civil do Distrito Federal, Guilherme é um ex-fuzileiro naval. Ele estava sentado na poltrona reservada para Alessandro Veloso Pires, de 40 anos, que viajava com os filhos de 12 e cinco anos para acompanhar o desfile do filho mais velho em Brasília, nas celebrações da Independência. Segundo testemunhas, o pastor pediu pelo assento e não houve discussão. No entanto, quando chegaram à rodoviária, Guilherme atacou a vítima.

Durante o ataque, Alessandro chegou a perder um olho e parte da massa encefálica. Um dos passageiros pegou o menino de cinco anos, que estava no colo do pai, e o retirou do ônibus para que não fosse atingido. O pastor foi encaminhado ao Hospital de Base e permaneceu internado em estado grave até o sábado (13), quando faleceu.

Mesmo com a brutalidade da situação, o delegado-chefe da 12ª Delegacia de Polícia (Taguatinga Centro), Moisés Martins, responsável pelo caso, afirma que não foi fácil identificar o suspeito. As câmeras do ônibus não funcionavam e Guilherme saiu caminhando pela rodoviária como se nada tivesse ocorrido.

O assassino confesso chegou a ser preso na quinta-feira, dia 10, portando as mesmas facas e espada que carregava no ônibus e foi liberado logo em seguida. No entanto, os objetos foram periciados e foi constatada a presença de restos biológicos em um deles. Ao voltar à delegacia para buscar as armas, havia um mandado de busca expedido contra ele.

O delegado relata que o suspeito afirma que cometeu o crime porque a vítima o teria tratado de forma debochada depois que reivindicou o assento. Ele teria se incomodado com as brincadeiras entre o pastor e os filhos, que foram vistas como soberba pelo suspeito. “Todos os passageiros negam qualquer coisa do tipo”, disse o delegado. Ele ressalta que em nenhum momento o assassino confesso se mostrou arrependido do crime.


Guilherme vai responder por homicídio duplamente qualificado por motivo fútil e sem chance de defesa da vítima, que estava dormindo. A pena máxima é de 30 anos de prisão.