Radio Line link 1

Radio Line link 2

Na Geral

Loading...

SECTUR muda de endereço

CAT - Centro de Atendimento ao Turista muda de endereço

Comunicamos que o CAT - Centro de Atendimento ao Turista de Jataí, juntamente com a
SECTUR - Secretaria de Turismo estão atendendo em novo endereço:

Rua Minas Gerais n. 623, esquina com a Rua Castro Alves - Setor Santa Maria.

sexta-feira, 12 de abril de 2013

"MOTO GRUPO ROTA 060 RECEBE VISITANTES NESTE FIM DE SEMANA"


Neste final de semana (12,13 e 14 de abril), Jataí receberá cerca de 250 motociclistas das cidades vizinhas,para um encontro de Motociclistas organizado pelo MOTO GRUPO ROTA 060, com apoio da Prefeitura através da SECTUR. Segundo o Presidente do ROTA 060, MAX APARECIDO CUNHA, o convite foi enviado para Motoclubes de Goiânia, Rio Verde, Mineiros, Acreúna, Santa Rita do Araguaia, dentre outras cidades, e a grande maioria confirmou presença. 
A programação começa hoje, sexta feira, com a recepção dos visitantes e apoio as caravanas, inclusive orientando quanto a meios de hospedagem e alimentação fora do lar (gastronomia) típica de Jataí. 

Amanhã, sábado, os membros do ROTA 060 se reunirão em uma concessionária de motos de Jataí para um café da manhã,e em seguida será realizado um CITY TOUR pelos principais pontos turísticos da cidade.
O almoço acontecerá no "Clube da Juventude", antigo clube do laço com churrasco 0800 oferecido aos visitantes. 

O ROTA 060 é um MOTO CLUBE jataiense  adepto a condução de suas motos de forma ordeira e com princípios voltados para a conservação do meio ambiente, ações de ajuda comunitária e disciplina social, formado por integrantes que difundem a importância de se praticar ações pró-ativas e positivas em favor do desenvolvimento da comunidade. 

O evento é um "aquecimento" para o grande encontro de Motos que irá acontecer em Jataí no mês de setembro de 2013,e conta com apoio do poder público municipal por agregar valores ao desenvolvimento turístico do município.   

SECTUR
Secretaria Municipal de Turismo de Jataí-GO
Rua Inácio José de Melo nº 1.562, Vila Santa Maria
Jataí-GO
CEP: 75.800-015
Site: www.jatai.go.gov.br
e-mail: turismo@jatai.go.gov.br

As Pérolas do Gênio


Múmias paralíticas
Por Gênio Eurípedes
Com base no infográfico de Karin Hueck, Rafael Quik e Pedro Piccinini, coloquei a mão no queixo e fiquei por alguns instantes pensando sobre o porquê de a Câmara dos Deputados ser tão mal falada. E não era pra ser tão criticada, considerando, pois, que a maioria dos parlamentares é formada por gente devidamente escolarizada, bem vestida e bem nutrida. Ainda na célebre posição da estátua de Rodin, O Pensador, inqueri ao vento: “Então a escola pouco adianta? Ser bem vestido só impressiona? E ser bem alimentado, pouco resolve? Se os escolados fazem erros, e os não escolados? Bem... vergonha na cara resolveria o comportamento da gentalha que hoje compõe a maioria de nossa classe política?” Será que Platão viu isso na sua “cidade utópica”, com vistas aos gestores públicos? Talvez teria visto e dito “roubem, mas façam alguma coisa, múmias paralíticas”. Mas poupemos o notável discípulo de Sócrates, mesmo porque os filósofos gregos, até onde sei sobre eles, não eram grosseiros.
Formam hoje a malograda Câmara Federal: 86 advogados; 68 empresários; 57 profissionais da Saúde; 39 engenheiros; 33 professores; 33 administradores; 30 economistas; 27 jornalistas; 16 funcionários públicos; 9 pastores e a numerária vai decrescendo: 8 metalúrgicos-sindicalistas; 7 policiais; 6 artistas; 3 contadores; 3 sociólogos; 3 industriários; 3 pedagogos, 2 padres etc etc. 513 canonizados! Só gente boa! Gente letrada aos montes. Gente sabida aos quilos, como diz minha mãe. E tanta pasmaceira e besteira, como costuma dizer uma amiga minha para assuntos noturnos. Minha amiga detesta política. E também futebol! Lasanha é exceção!
Fechando então a numerária de incompetentes e inválidos (com exceções, claro), como costuma taxar o povo: 86 são do PT; 78 são do meu PMDB; 54 são do PSDB, que, conforme pontificou FHC, está “precisando de um banho de povo”; 44 são do PP; 43 do DEM; 41 do PR; 35 do PSB; 27 do PDT; 22 do PTB e 17 de um tal PSC. Dos partidos nanicos, acho irrelevante citá-los. Partidos demais e gente brasilizada de menos.
Resumindo: as atuações dos nossos políticos maiores desandam, mas não é por falta de gente escolarizada nos quadros do Executivo e do Legislativo. Sobra gente inteligente. Talvez o que precisa mesmo é do banimento da “Lei de Gerson”, a famosa lei da vantagem, de levar vantagem em tudo, fruto, pois, da nossa mente tupiniquim.
E encerro: são 19 horas aqui em Jataí, e 19 horas e 10% lá em Brasília. Fuso horário é isso aí.

Gênio Eurípedes é professor, advogado e vereador em Jataí

FAVOS - ASSOCIAÇÃO DE APOIO A PACIENTE COM CÂNCER EM JATAÍ PROMOVERÁ BAILE BENEFICENTE NESTE SÁBADO

A associação de apoio aos pacientes com câncer que buscam tratamento em Barretos-SP - FAVOS - promoverá neste sábado, 13.04.2013, BAILE BENEFICENTE, no Joquei Clube de Jatai. O baile contará com o show de  ALESSANDRO E GUSTAVO e EDU FRANCYS. O valor do ingresso é de R$ 20,00.  ABRAÇE ESTA CAUSA!

Câmara recebe comitiva do Paraná


Prefeitos do oeste paranaense relataram como, através de uma associação, vêm
conseguindo obter recursos e obras para a região
Por Francisco Cabral
Em visita à Câmara Municipal de Jataí, no último dia 10 de abril, uma comitiva da Associação dos Municípios do Oeste do Paraná (Amop) repassou aos vereadores a experiência na captação conjunta de recursos estaduais e federais em favor de suas cidades. Prefeitos e assessores vieram ao Sudoeste Goiano para participar da Tecnoshow Comigo, em Rio Verde, e passaram por Jataí a convite do secretário Municipal de Indústria e Comércio, Amilton Martins Gonçalves.

Antes de explicar o funcionamento da entidade, os visitantes destacaram as similaridades entre Jataí e a região oeste do Paraná, especialmente em termos de clima e altitude, o que pode facilitar a repetição da experiência paranaense em Goiás. “Há uma amizade muito grande entre os prefeitos membros da Amop, independentemente da sigla partidária de cada um”, revelou o presidente da associação, José Carlos Mariussi, prefeito de Tupãssi. “E é aí que está nossa força: nós convidamos o governador, por exemplo, e ele é cobrado por todos”.

Cada prefeito (são 52 municípios pertencentes ao oeste paranaense) assume um departamento da entidade. Também são constituídos grupos especiais para elaboração de projetos e para captar recursos em Curitiba ou em Brasília. Além disso, a Amop mantém funcionários no Distrito Federal para ficar em permanente contato com os ministérios. “A maioria das cidades da região é pequena”, informou Mariussi. “Se não nos unirmos, não conseguimos nada”. Apenas três cidades da região são consideradas de grande porte: Cascavel (onde está localizada a sede da Amop), Toledo e Foz do Iguaçu.

O presidente da Câmara Municipal de Jataí, Adilson Carvalho, salientou que a falta de união entre a classe política de uma cidade ou região pode atrapalhar na captação de recursos ou realização de obras. Ele lembrou o caso do Rodoanel dos Imigrantes, o anel viário de Jataí, cuja construção está paralisada por falta de uma licença do governo estadual. “Se tivermos uma associação dos municípios do Sudoeste Goiano, poderemos obter muito mais benefícios para nossa região”, afirmou Adilson.

No setor da saúde, os membros da Amop fizeram um consórcio, o que vem representando economia para seus respectivos cofres públicos. Com a medida, médicos que cobrariam determinado preço por atender somente uma cidade, acabam cobrando menos de cada prefeitura por atender a todo um grupo de municípios.

Também participaram da reunião o prefeito de Santa Tereza do Oeste-PR, Amarildo Rigolin, o secretário executivo da Amop, Vinícius Almeida, além de outros assessores, e os vereadores Geovaci Peres, João Rosa, Marcos Antônio, Mauro Bento Filho, Nilton César Soró, Thiago Maggioni e Vinícius Luz.

Câmara Municipal de Jataí em foco


Por Francisco Cabral
Adilson requer asfalto para rua do bairro Santo Antônio
O vereador Adilson Carvalho (foto) requisitou ao poder executivo o asfaltamento da Rua 4, no bairro Santo Antônio. Segundo parlamentar, são vários os pedidos de moradores que residem no local, todos esperando pelo benefício já há um bom tempo.

Gênio solicita novamente uma ponte sobre o córrego Diacuí
O vereador Gênio Eurípedes reeditou requerimento em que pede a construção de uma ponte sobre o córrego Diacuí, abaixo da Avenida Goiás, na Rua Bela Vista, no Jardim Maximiano. “Matagal e abandono tomam conta do lugar, além da divisão da rua em duas tristes extensões”, afirmou o parlamentar. “O caso é antigo, mas espera-se que neste início de mandato o executivo resolva o problema de vez, conforme deseja a maioria dos moradores daquela região”.

Vinícius requisita nova sede para o Detran de Jataí
O vereador Vinícius Luz encaminhou requerimento ao presidente do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-GO), José Taveira Rocha, pedindo estudos para implantação de uma nova sede administrativa para o órgão em Jataí. “O prédio atual tem espaço reduzido e não possui as mínimas condições para o bom atendimento dos usuários e nem tampouco para prestação de serviços por parte dos colaboradores que ali trabalham”, relatou o parlamentar.

Artigo - Moeda do futuro

Por Adilson Luiz Gonçalves
Numa conversa com meu cunhado, ele profetizou que a moeda do futuro não será o dólar, o euro ou alguma "commodity": Será a privacidade!
George Orwell já sugerira isso, em seu “1984”, e não faltam outros exemplos premonitórios, literários e cinematográficos. Aliás, o “voyeurismo” virou atração televisiva mundial, onde proliferam “reality shows” sobre os mais diversos temas, sob as mais variadas intenções.
E não é de hoje que tem gente que vende sua privacidade conscientemente, ou a tem invadida, involuntariamente. Há os que anseiam por notoriedade, fama, holofotes... Fazem absolutamente tudo para conquistar seu "espaço", para, ao alcançá-lo, descobrir que, como na música de Belchior: "... qualquer canto é menor do que a vida de qualquer pessoa".
Precisamos ter muito cuidado com o que sonhamos e, principalmente, certeza se esses sonhos são realmente nossos e valem o preço a pagar. Preço que, para alguns, pode ser a perda da privacidade, da identidade ou da própria vida.
Voltando à recorrer à ficção científica e visões futuristas, a séria "Jornada nas Estrelas", nos apresentou à "romulanos", "vulcanos" e "klingons", representantes de limites extremos: da racionalidade absoluta, pela supressão dos sentimentos; à violência patológica, cultural. A terceira série, "Deep Space Nine", nos apresentou aos "Quarks", amorais que viviam única e exclusivamente em busca de "bons negócios"; e aos "Trills", seres simbióticos, cuja "fusão" era considerada um rito de passagem, e o "hospedeiro" era meio de vida e movimento para um ser de centenas de anos. Mas, foi na segunda série, "A Nova Geração", que surgiram os personagens mais complexos: os "borgs".
Em verdade, eles eram uma "rede" interconectada: o que um via ou aprendia era automaticamente replicado para todos!
Humanos podiam ser transformados em "borgs", passando a integrar uma consciência coletiva; serem ausência de , para ser apenas um terminal orgânico.
Assustador, não!
Ficção? Seria, se não tivéssemos alguns exemplos humanos, como a "Juventude Hitlerista", os "pioneiros" soviéticos e os seguidores de religiões, seitas, tribos e ideologias radicais, e, porque não, torcidas organizadas, para citar alguns exemplos. Em suma, gente que tem a sua identidade suprimida ou reprimida, voluntaria ou involuntariamente; sua privacidade sublimada. Esses personagens não são extraterrestres, mas caricaturas, metáforas, alegorias do que podemos encontrar em qualquer canto pequeno de nossa sociedade, mesmo na "mais alta" ou "tradicional".
No entanto, a perda de privacidade nem sempre é decorrência de uma opção ou falta de opção de vida.
Na sociedade moderna, tipicamente urbana, alguns estudiosos, como o urbanista Kevin Linch, dos EUA, relacionam a perda de privacidade com o aumento da densidade demográfica. A partir de 30 famílias por hectare, "aparecem problemas com ruídos e intimidade". No limite, acima de 450 famílias por hectare, "o espaço público congestiona-se totalmente"!
Janelas permanentemente fechadas ou revestidas com filmes translúcidos; como alternativas a vidas "filmadas".
Total perda de privacidade! Câmeras nas ruas, lojas, condomínios, escolas...
Te protegendo? Pode ser...
Tirando sua liberdade? Com certeza! E, até, sua humanidade, também.
Alguém sempre pode estar monitorando seus atos e passos: "Big Brother"! Irmão "bastardo" de uma grande "família"...
Mas, não precisamos ser tão paranóicos!
A perda de privacidade se dá de uma forma bem mais "natural": celulares, internet...
Os futurólogos pregam que, dentro em breve, muito breve, a humanidade dará lugar à singularidade: simbiose entre ser humano e máquina: permanentemente integrados, diuturnamente conectados. Acionados ou refreados a distância, e, porque não, desligados por prazer, distração, vingança, inveja ou simples exercício de poder: "Matrix"!
Dizem que a vida imita a arte; que tecnologia e mágica são indistinguíveis...
Aliás, quem garante que para cada pesquisa submetida a conselhos de ética e protocolos, não existam dezenas de outras, anônimas e obscuras, feitas à revelia, servindo a interesses que fariam Jules Verne, Asimov, Clarke, Orwell e Huxley se sentirem alunos do Maternal?
Como meu cunhado vislumbrou, talvez a moeda do futuro seja, de fato, a privacidade: o direito de ser simplesmente o que se é, longe dos olhos de "voyeurs" orgânicos ou virtuais; sem precisar explicar ou pedir permissão para mentores, gurus, tutores, guias ou para o computador central.
Será que esse novo ser saberá o valor da privacidade? Terá, mesmo, noção do que isso significa?
Supondo que ainda haja espaço e desejo, que as pessoas sejam partes de um todo - a humanidade - mas preservem ainda algum sentido de individualidade, de livre-arbítrio: como serão os "créditos" e "débitos" dessa "nova ordem monetária"?
Creio que teremos que pagar, para ver... E esperar pelo troco!

Adilson Luiz Gonçalves
Membro da Academia Santista de Letras
Mestre em Educação
Escritor, Engenheiro, Professor Universitário e Compositor
Ouça textos do autor em: www.carosouvintes.org.br (Rádio Ativa / Comportamento)
Caso queira receber gratuitamente os livros digitais: Sobre Almas e Pilhas, Dest’Arte e Claras Visões, basta solicitar pelos e-mails: algbr@ig.com.br e prof_adilson_luiz@yahoo.com.br
Conheça as músicas do autor em: br.youtube.com/adilson59
(13) 97723538
Santos - SP

Doe sangue e medula óssea!