Frequência de Classe - Um programa da Radio Line e Rádio Ideias

Refiz 2017

Refiz 2017

Fique em dia com o nosso Município

Fique em dia com o nosso Município
Quite seus débitos com a prefeitura

quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Pegadas no Cerrado - 13 municípios, entre eles, Jataí, com o objetivo de promover o turismo regional

Prefeito Vinícius Luz se reúne com Governador Marconi Perillo para tratar do desenvolvimento do turismo na região

Na última terça-feira (12), o prefeito, Vinícius Luz, esteve com o governador Marconi Perillo, em Goiânia, tratando da ampliação do apoio do Governo de Goiás à Região Turística Pegadas no Cerrado, formada por 13 municípios, entre eles, Jataí, com o objetivo de promover um desenvolvimento ainda maior do turismo na região.

Ao encontro, também estiveram presentes, o secretário de Turismo de Jataí, Amilton Gonçalves, a secretária de Turismo de Paraúna, Loanna Braz, o coordenador do Núcleo de Estruturação de Destinos da Goiás Turismo, Luciano Guimarães, o gerente de artesanato da Superintendência Executiva de Indústria e Comércio, André Franco, a vice-presidente do Fórum de Turismo da Região Turística Pegadas no Cerrado, Marlene Azeredo, a relações públicas do mesmo fórum, Cláudia Garcia e a secretária do fórum Maria Luiza Silva Lima.

Entre as solicitações feitas ao governador, que se mostrou sensível à demanda, estiveram em pauta, a retomada da parceria entre o Governo de Goiás e o Sebrae para a realização de consultoria para o desenvolvimento da região, a sinalização dos destinos turísticos para orientação aos turistas, o apoio financeiro para a realização de grandes eventos e a realização de um Festival Gastronômico em Jataí.

Ideologia de Gênero - Governo de Goiás joga mais lenha na fogueira

Ao enviar aos Municípios brinquedos a serem entregues às crianças carentes por ocasião do natal o governo de Goiás causa mais um alvoroço na população.

O fato é que tais brinquedos, em especial bonecas e bonecos, foram feitos com as figuras sexuais trocadas, ou seja os bonecos com órgãos genitais femininos e as bonecas com os órgãos genitais masculinos o que causou, de certo modo, revoltas em meios aqueles mais conservadores da população.

A situação foi parar nas Câmaras Municipais de alguns municípios, principalmente aqui em Jataí, tanto que o vereador Gidenício Santos (PMDB) fez nota de repúdio encaminhada ao prefeito de Jataí Vinícius Luz (PSDB) pedindo que tais brinquedos não sejam distribuídos.

A Nota de Repúdio está em tramitação entre as duas casas, Legislativo e Executivo, que de acordo com o vereador, está aguardando uma resposta do prefeito.

Veja 

*NOTA DE REPÚDIO*
"O Governo de Goiás, através da OVG - Voluntárias de Goiás, está distribuindo brinquedos para as CRIANÇAS, em todos municípios do Estado.
Infelizmente vieram bonecas com pênis e bonecos com batom, ambos com órgãos genitais opostos. Uma aberta demonstração de incentivo à ideologia de gênero.
Ao tomar conhecimento dos fatos e inúmeras manifestações da população repudiando essa situação, propus aos colegas de parlamento o envio de um documento coletivo, informando ao Prefeito que, se de fato, forem verídicas as informações nos repassada, que referidos brinquedos NÃO fossem entregues às CRIANÇAS, às famílias jataienses.
O ofício foi encaminhado ao prefeito e agora aguardamos o devido atendimento.
Repudiamos veementemente esses fatos...
É UM DESRESPEITO ÀS FAMÍLIAS CRISTÃS JATAIENSES!"
*Vereador Gildenicio Santos*

quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Profissionais do Crea-GO escolhem presidente em 15 de dezembro


O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Goiás (Crea-GO) vai eleger o seu presidente para o triênio 2018/2020. 
O pleito será realizado no dia 15 de dezembro de 2017 (sexta-feira), das 9 às 19h, e terá 29 locais de votação, sendo 28 em municípios de Goiás, facilitando, assim, a participação dos engenheiros e agrônomos que residem no interior. No dia da eleição, o Crea-GO não realizará atendimento ao público.

     O eleitor também vai eleger o novo presidente do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea) e os novos diretores da Mútua, Caixa de Assistência dos Profissionais. Em Goiás, participam das eleições somente os profissionais registrados/vistados no Crea-GO e que estiverem em dia com suas obrigações. Dos 60 mil profissionais registrados no Conselho goiano, 22 mil estão aptos a votar.

     Para agilizar o pleito, a Autarquia goiana, por meio da Comissão Eleitoral Regional de Goiás (CER-GO), firmou convênio com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), para utilização de urnas eletrônicas para as votações na capital e no interior, o que confere credibilidade, segurança e lisura a todo o processo eleitoral. Na sede do Crea, em Goiânia, serão disponibilizadas 12 urnas eletrônicas e 12 urnas convencionais (lona) para votos em separado. Além disso, será instalada uma mesa específica para coleta de voto para diretor Administrativo da Mútua-GO.

     Também serão disponibilizadas 29 urnas eletrônicas nas cidades de Águas Lindas, Anápolis (com dois pontos eletrônicos de votação), Aparecida de Goiânia, Aragarças, Caldas Novas, Campos Belos, Catalão, Ceres, Cristalina, Formosa, Goianésia, Goiás, Goiatuba, Ipameri, Iporá, Itumbiara, Jataí, Luziânia, Minaçu, Mineiros, Morrinhos, Palmeiras, Pires do Rio, Porangatu, Quirinópolis, Rio Verde, Santa Helena e Uruaçu. Mais 29 urnas convencionais para voto em separado também serão instaladas no interior.

     Realizada a cada três anos, as eleições gerais do Sistema Confea/Crea e Mútua – a maior depois das eleições gerais – ocorrem por meio do voto direto de mais de 1,5 milhão de profissionais que compõem o Sistema. São eles: engenheiros, agrônomos, geólogos, geógrafos, meteorologistas, tecnólogos e técnicos de nível médio.

Executivo Municipal em nota

Refis e Regularização Fundiária

Prazo para renegociar dívidas com Prefeitura termina nesta sexta-feira

Contribuintes em débito com o município terão até a próxima sexta-feira (15) para regularizar seus créditos, por meio da adesão ao Programa de Recuperação de Créditos Fiscais, o REFIS, da Prefeitura.


Mutirão de cadastramento para regularização fundiária de imóveis do bairro Dorival de Carvalho será realizado neste sábado

Com o intuito de iniciar o processo de regularização fundiária do município, a Prefeitura, por meio da Superintendência de Habitação, em parceria com o Instituto Federal de Goiás (IFG) realizará no próximo sábado (16) um mutirão para cadastramento de imóveis concedidos por programas habitacionais do bairro Dorival de Carvalho.

A ação será realizada no período da manhã, das 07h30 às 13h, ocasião em que alunos do IFG passarão em cerca de cem imóveis, para realizar, com a presença do proprietário da casa, o cadastro de cada estabelecimento.

Vale destacar que a ação dependerá de condições climáticas, ficando sobre aviso o adiamento do mutirão em caso de chuva.

Encontro da Pecuária Leiteira debate melhorias para a atividade em Jataí

A Cooperativa Mista dos Produtores de Leite de Jataí e Região (Coperleite), em parceria com a 2R Jataí, com o apoio da Prefeitura Municipal e do Sindicato Rural, realizou no último sábado (09), o Encontro da Pecuária Leiteira do Sudoeste Goiano, no Parque de Exposições Nélio de Morais Vilela, que teve por objetivo difundir tecnologias e conhecimentos aos produtores rurais para aumento da eficiência na produção leiteira e ainda, debater sobre a adoção de práticas de manejo.

Estiveram presentes no local, o prefeito Vinicius Luz, os secretários de Agricultura, Silomar Cabral, e de Desenvolvimento Econômico, Francis Barros, o presidente da Abraleite (Associação Brasileira dos Produtores de Leite), Geraldo Borges, o presidente da Associação Brasileira dos Criadores de Girolando, Luiz Carlos Rodrigues, o presidente do Sindicato Rural, Vitor Geraldo Gaiardo, o presidente da Cooperativa Mista dos Produtores de Leite de Jataí e Região (Coperleite), Fernando Inácio Cardoso, o presidente da Comissão de Leite da FAEG (Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás), José Renato Chiari, os representantes da 2R Jataí, Roberto Peres e Rogério Corrêa. Além disso, o evento ainda reuniu cerca de trezentos produtores da região, que foram recepcionados com uma mesa de café da manhã com produtos advindos da agropecuária leiteira.

A abertura do encontro, foi realizada pelo presidente da Coperleite, Fernando Inácio Cardoso, que agradeceu a presença do público, ressaltando a importância desse encontro e da união dos produtores para fortalecer as produções nos próximos anos.

Já o representante da 2R Jataí, Rogério Corrêa, falou sobre a crise no setor este ano, enfatizando que os produtores precisam adquirir cada vez mais conhecimento e aperfeiçoar suas técnicas, já que este segmento contribui fortemente para o crescimento do país e do município.

Na ocasião, as autoridades compuseram a mesa de convidados e logo após foi executado o Hino Nacional Brasileiro.

O prefeito Vinícius Luz, em sua fala, deu as boas vindas aos presidentes da Associação Brasileira dos Criadores de Girolando e da Abraleite, agradecendo também a presença de todos os representantes e parceiros da agropecuária leiteira de Jataí.

O prefeito, ainda descreveu o evento, como sendo de suma importância para o desenvolvimento da cadeia produtiva, pois agrega valor ao que é produzido em Jataí, que já se destaca na categoria de maior produção de grãos e que é uma grande potência na produção de leite. Jataí produz mais de cem mil litros de leite por ano e é considerada uma das maiores produtoras de leite do país, e que por isso o Sindicato Rural e a Prefeitura de Jataí, já estão começando a viabilizar um estudo técnico e econômico para a criação de uma indústria de processamento de leite, que irá transformar a matéria-prima em produto final, melhorando a produtividade e lucratividade dos produtores e também a economia e desenvolvimento do município.

O evento contou com as palestras do presidente da Abraleite (Associação Brasileira dos Produtores de Leite), Geraldo Borges, que retratou sobre a atuação da Abraleite junto às entidades do setor, bem como sua atuação no Congresso Nacional e no Governo Federal, em busca de melhorias para maior desenvolvimento. Já o presidente da Associação Brasileira dos Criadores de Girolando, Luiz Carlos Rodrigues, falou sobre a importância da genética de raças que influenciam para uma maior produção leiteira.

Logo após o saboroso almoço servido aos convidados, foi realizado o 2º Leilão Top Coperleite, onde foram ofertados 32 lotes de vacas, sendo elas recordistas de produção e das mais variadas raças e raridades genéticas.

Pedágio em estradas goianas à vista

Divulgação
Comissão Mista aprova concessão de rodovias goianas
Projeto do governo prevê instalação de pedágio em sete trechos 

Por Alexandre Parrode/Opção
A Comissão Mista aprovou, na tarde desta terça-feira (12/12), o projeto de lei que trata sobre autorização de concessão de sete rodovias estaduais. De autoria do governo de Goiás,a proposta recebeu várias emendas — todas rejeitadas em voto em separado do líder do governo, deputado Francisco Oliveira (PSDB).

A matéria, que já tinha gerado debate no plenário, recebeu votos contrários dos deputados José Nelto, Paulo Cezar Martins, Lívio Luciano (todos do PMDB); Delegada Adriana Accorsi, Luis Cesar Bueno, Humberto Aidar (todos do PT); Major Araújo (PRP) e Henrique Arantes (PTB).

A oposição alega que faltam dados no projeto, como o valor a ser cobrado pelos pedágios, bem como a distância das praças — que, ao contrário do que é praticado pelo governo federal, permitiria a instalação com menos de 100 km de distância entre uma e outra.

Projeto

O prazo para a concessão à iniciativa privada é de 35 anos e privilegia alguns trechos recentemente recapeados e urbanizados, a maioria deles saindo de Goiânia, num total de 600 quilômetros.

Na justificativa encaminhada aos deputados, governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), cita a crise que assola o país e a necessidade de recursos públicos para a realização de investimentos destinados à adequação e melhoria da malha rodoviária no Estado.

“O sistema de concessão apresenta inúmeras vantagens para a realização de empreendimentos com menor custo e, ao mesmo tempo, com melhor qualidade técnica e funcional”, justifica

As rodovias selecionadas para a privatização seriam a GO-010, trecho Goiânia/entroncamento com a GO-330; a GO-020, trecho Goiânia/Bela Vista/Cristianópolis/Pires do Rio/Catalão; GO-060, trecho Goiânia/São Luís de Montes Belos/Iporá/Piranhas; GO-070, trecho Goiânia/cidade de Goiás; GO-080, trecho Goiânia/São Francisco de Goiás (entroncamento da BR-153); e a GO-213, trecho Morrinhos/Caldas Novas.

Se aprovado pelo plenário da Assembleia Legislativa, o processo de concessão das citadas rodovias ficará sob responsabilidade da Agência Goiânia de Transporte e Obras (Agetop), a quem caberá a organização do certame licitatório, bem como assinar e gerir o respectivo contrato. (As informações são da Agência Assembleia de Notícias)

Lula e o caso triplex

Julgamento de Lula no caso triplex em segunda instância é marcado para 24 de janeiro no TRF4
Data foi marcada nesta terça-feira (12) pela 8ª Turma da corte, com sede em Porto Alegre. Ex-presidente foi condenado a 9 anos e seis meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

O julgamento do recurso apresentado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no processo do triplex em Guarujá será realizado às 8h30 do dia 24 de janeiro de 2018, na sede do Tribunal Regional da 4ª Região (TRF4).
A data foi marcada nesta terça-feira (12) pela 8ª Turma da corte, com sede em Porto Alegre. Em nota, a defesa de Lula criticou a "tramitação recorde" do processo. Leia mais/G1

Banda podre da política cheirando mal cada vez mais (JN)

Deputados Carlos Gaguim e Dulce Miranda (foto) são alvo de operação da PF na Câmara
Operação Ápia investiga esquema de corrupção que desviou dinheiro público de obras de infraestrutura no Tocantins. G1 ainda não conseguiu localizar os dois parlamentares.

Por Camila Bomfim, TV Globo, Brasília
A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta quarta-feira (13), na Câmara, operação que tem como alvo os deputados Carlos Henrique Gaguim (PODE-TO) e Dulce Miranda (PMDB-TO). A parlamentar do PMDB é a mulher do governador do Tocantins, Marcelo Miranda (PMDB-TO).

Até a última atualizaçã desta reportagem, o G1 ainda não havia conseguido localizar os dois parlamentares.

Segundo a assessoria da Polícia Federal, as diligências desta quarta fazem parte da 6ª fase da Operação Ápia, que investiga um esquema de corrupção que teria desviado recursos públicos direcionados a obras de terraplanagem e pavimentação asfáltica no Tocantins. Os contratos sob suspeita ultrapassaram R$ 850 milhões.

Ainda de acordo com a PF, estão sendo cumpridos 16 mandados de busca e apreensão e 8 de intimações. As diligências – solicitadas pela Procuradoria Geral da República (PGR) – foram autorizadas pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Espetáculo de luzes e sons marcam o primeiro dia das comemorações de Natal em Jataí



Cascatas de luz, estrelas cadentes, túneis iluminados, presépio, casa do Papai Noel e uma certa magia tomaram conta da Praça Tenente Diomar Menezes, no centro da cidade, na noite desta sexta-feira (8), ocasião em que foram abertas oficialmente, as comemorações pela chegada do período de Natal em Jataí, evento promovido pela Prefeitura em parceria com o Governo de Goiás, com o apoio da iniciativa privada e de entidades classistas.

A programação da noite, que ficará marcada na memória de centenas de pessoas que estiveram no local, começou com apresentações artísticas de crianças e jovens atendidas pelo Projeto Abelha, foi sucedida pela chegada do Papai Noel em grande estilo e logo depois, pela irretocável apresentação do grupo musical de Goiânia, Clave de Sol e Bel Canto que, liderado pelo jataiense, Carlos Eduardo Alfaix, emocionou o público por mais de uma hora, entoando lindas canções natalinas.

O evento, que também contou com o apoio da Universidade Federal de Goiás, foi prestigiado pelo prefeito Vinícius Luz que ao usar a palavra ressaltou o trabalho da sua equipe no planejamento e execução do evento, agradeceu os apoios recebidos, em especial da deputada estadual Eliane Pinheiro que com uma emenda parlamentar conseguiu recursos com o Governo de Goiás que ajudaram na viabilização do projeto, batizado de Sonho de Natal e idealizado com o objetivo de evidenciar o real sentido do Natal, oferecer lazer e entretenimento para a população e ainda, desenvolver o turismo e aquecer a economia.


O prefeito ainda afirmou que este é o primeiro de outros natais especiais que serão preparados por sua equipe ao longo de seu mandato.

Até o dia 25 de dezembro, a Praça Tenente Diomar Menezes será palco de várias apresentacões artísticas e ainda, da tradicional Feirinha da Noite que oferecerá à população, a venda de deliciosos lanches e ainda, de vários produtos artesanais.

Exército decide afastar general que criticou governo Temer

Segundo “Estadão”, Antonio Hamilton Mourão deixará cargo de secretário de Economia e Finanças após dizer que presidente comanda “balcão de negócios”

Por Alexandre Parrode
O jornal “Estadão” publica, neste sábado (9/12), que o Exército vai pedir ao ministro da Defesa, Raul Jungmann, o afastamento do general Antonio Hamilton Mourão do cargo de secretário de Economia e Finanças do Comando do Exército depois de ele fazer críticas públicas ao presidente Michel Temer (PMDB).

Em palestra no Clube do Exército, em Brasília (DF), na última quinta-feira (7), o militar fez uma avaliação da crise política brasileira e não poupou o peemedebista. “Não há dúvida que atualmente nós estamos vivendo a famosa Sarneyzação [em referência ao ex-presidente José Sarney, também do PMDB]. O nosso atual presidente vai aos trancos e barrancos buscando se equilibrar e mediante o balcão de negócios chegar ao final de seu mandato”, afirmou.

Segundo a publicação, Mourão vai ficar sem função até que complete o tempo para ir para reserva, em março de 2018. O comandante do Exército, Eduardo Villas Bôas, indicou o general Luiz Eduardo Ramos Baptista Pereira para substituí-lo.

Controverso, o general é um entusiasta da pré-candidatura de Jair Bolsonaro (PSC-RJ) à Presidência e já chegou a sugerir que uma intervenção militar pudesse acontecer no Brasil.

Especialista questiona rombo e explica por que sobra dinheiro na Previdência

Fundadora da Associação Auditoria Cidadã da Dívida diz que governo propõe reforma do sistema, mas abre mão de recursos e deixa de cobrar grandes devedores 

Por Alexandre Parrode/Opção
A auditora fiscal aposentada Maria Lucia Fattorelli, fundadora da associação Auditoria Cidadã da Dívida e uma das responsáveis por auditorias na Grécia e no Equador, garante que o governo Temer cria factoides para embutir na consciência da população que apenas com as reformas Trabalhista e Previdenciária o Brasil voltará a crescer.

Em entrevista ao Jornal Opção, ela questionou frontalmente o suposto rombo na Previdência, que seria de R$ 200 bilhões. Segundo ela, trata-se de uma conta “torta”, inconstitucional e que precisa ser combatida.

“Não existe déficit. A Previdência não é um benefício isolado, não é uma pasta. Se ler a Constituição de 1988, o artigo 194 cria um conjunto integrado de ações de Seguridade Social. E tem um tripé: Previdência, Assistência Social e Saúde. A união tem um sentido, não é um acaso: serve para dar segurança social para os brasileiros. É tão importante que no artigo seguinte, o 195, os constituintes estabeleceram quem financiaria o conjunto: todo mundo. Trabalhadores e empregadores financiam com uma contrubuição em cima da folha de pagamento. Empresas contribuiem com o lucro líquido. Além disso, a sociedade contribuirá pelas transações de bens e serviços (Cofins), tudo que compramos e contratamos auxilia o tripé”, explicou.

No entanto, a alegação é de que o governo federal utiliza apenas o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), o maior dos gastos, ignorando a “cesta” de contribuições. “Fabrica-se um rombo ao comparar INSS com as contribuições da Previdência. O financiamento diversificado é para garantir a segurança do sistema. Se em determinado momento uma contribuição cai, outra compensa. É uma verdadeira afronta ao que está na Constituição Federal”, completou.

Por outro lado, Fattorelli aponta uma série de incoerências por parte do Planalto ao tratar sobre a questão previdenciária. A primeira delas é a desvinculação de receitas da Uniaõ: “Todo ano o governo mordia 20% da arrecadação das contribuições sociais, em janeiro de 2016 passou para surpreendentes 30%. Pensa bem, se fosse deficitário o sistema, não haveria recursos para serem desvinculados.”

Segundo, as desonerações fiscais. “São mais de R$ 400 bilhões em recursos que o próprio governo abriu mão de arrecadar. A própria Dilma Rousseff (PT) promoveu uma desoneração sem precedentes para setores como agronegócio, comprometendo, assim, o financiamento da seguridade no Brasil”, destacou.

Além disso, ela destaca a dívida ativa da União, que hoje chega a surpreendentes R$ 1,75 trilhão: “Temos muito crédito a receber, principalmente de bancos, que devem inclusive a Previdência. É mais uma prova do absurdo que é falar em déficit.”

O tema foi uma das conclusões da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Previdência, encerrada em outubro de 2017. No relatório final, aprovado por unanimidade, os senadores alegam haver inconsistência de dados e de informações anunciadas pelo Poder Executivo, que “desenham um futuro aterrorizante e totalmente inverossímil”, com o intuito de acabar com a previdência pública e criar um campo para atuação das empresas privadas.

Segundo o documento, as empresas privadas devem R$ 450 bilhões à Previdência e, para piorar a situação, conforme a Procuradoria da Fazenda Nacional, somente R$ 175 bilhões correspondem a débitos recuperáveis.

Reforma

Questionada sobre a necessidade de uma reforma na Previdência Social, a auditora fiscal aposentada reconhece que seriam positivas mudanças no sentido de corrigir distorções e privilégios, mas não é isso que a de Temer faz: “Poderíamos rever, por exemplo, as aposentadorias acima do teto, que hoje são consideradas ‘direito adquirido’ mesmo indo contra a Constituição. Garantir que brasileiros em situação de miséria não tenham que esperar até os 68 anos para ter direito a receber o mínimo; não obrigar trabalhadores rurais a pagarem contribuição todo mês, pois nas entressafras não têm recursos…”

Para a especialista, o novo texto, que pode ser votado antes do recesso parlamentar na Câmara Federal, só beneficia o setor financeiro. “Os bancos são os maiores patrocinadores dessa reforma da Previdência, porque com o fim da aposentadoria pública, maioria das pessoas vão correr atrás da previdência privada e é aí que mora o perigo. A maioria desses fundos não têm garantia nenhuma, podem quebrar a qualquer hora — como já aconteceu. O volume de papeis podres no sistema financeiro é absurdo”, completa.

Por fim, Maria Lucia Fattorelli defende que a melhor “reforma” que o governo pode fazer é a geração de empregos. “Temos 64 milhões de brasileiros na informalidade e 14 milhões de desempregados. São pessoas que não estão contribuindo com o sistema, o que você acha que aconteceria se esses quase 80 milhões fossem integrados? A reforma que estaríamos discutindo seria o que melhorar, como dar mais benefícios. Dinheiro não falta. Repito: mão falta dinheiro para financiar a seguridade no Brasil. Enquanto tivermos pessoas trabalhando não teremos problema algum em financiar os aposentados”, arrematou.

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Memórias - Velha rodoviária de Jataí que deixou saudades

Por Gideone Rosa 
Com meus 12 anos já estava na batalha para conquistar meu dinheiro neste lugar, engraxando sapatos. Lá pelos idos anos de 1970 e alguma coisa.

Me levantava entre 4 e 5 da matina, pegava minha caixa de engraxate e minha cadeira, me encontrava com meu amigo "Neguinho" e juntos íamos para a Rodoviária, essa rodoviária da foto. Sim, tão cedo para pegarmos os melhores lugares pois a concorrência por esses lugares era acirrada. Nesse tempo morávamos na Vila Campo Neutro e não tinha a violência que tem hoje. Asfalto? Também não tinha. A iluminação pública tinha acabado de ser inaugurada. Se não me engano o governador era o Irapuã Costa Júnior.

Muitas foram as vezes que engraxei os sapatos do Zé Mojolinho. Ele gostava do meu trabalho pois eu era caprichoso e não o perturbava devido suas manias. Uma dessas manias do Zé era andar com um vidro com álcool no bolso do terno de linho, pois toda vez que alguém tocava suas mãos imediatamente ele passava o álcool. Outro personagem era um senhor de idade avançada e cego, era o ceguinho, aquele que vivia pedindo ajuda aos passageiros e usava a rima quando queria algum dinheiro, do tipo, "você que ta indo para o Caçu me dá um tutu". Era hilário as rimas que usava.

 Alem da rodoviária tinha do lado de cima o ponto de taxis com o  Sr. Roldão e seu taxi de cor verde. Não me lembro qual a marca do carro dele, só sei que era um carro daqueles antigos muito parecido com alguns  que até hoje ainda rodam pelas ruas de Havana em Cuba. Me lembro bem também do ponto de charretes coladinho com os taxistas. Mais acima o velho Mercado Municipal com seus açougues, restaurante e frutarias. Em um dos boxes das frutarias tinha lá um senhor com deficiências nas mãos, ele não tinha todos os dedos.

A esquina da Av. Brasil com a José Manoel Vilela era o centro nervoso comercial da cidade com os árabes e boa parte de suas lojas por ali também.

Bons tempos, boas lembranças e tristezas por ver tudo descaracterizado. 
Uma pena que nossas memórias estão se acabando, desmoronando, sendo destruídas, demolidas ou desabando...

Um dos maiores encontros da pecuária leiteira do país acontece em Jataí


Será neste sábado a partir das 9 horas da manhã no Parque de Exposições/Pecuária

Neste encontro será apresentado aos participantes a ABRALEITE  Associação Brasileira dos Produtores de leite com a presença de seu presidente Geraldo Borges. Na oportunidade ocorrerá também o 2 º Leilão Top Coperleite da raça Girolando.

Palestras

Palestras
Invista em seu maior patrimônio, Pessoas.