Rádio Ideias - Programa Frequência de Classe nº 40

Fique em dia com o nosso Município

Fique em dia com o nosso Município
Quite seus débitos com a prefeitura

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Operadoras avisam: créditos sem validade deixarão pré-pago mais caro

Johnathan Lyman/Flickr
Usuários desse tipo de conta gastam pouco e muitas vezes causam prejuízo para as empresas
Semana passada, um tribunal federal decidiu que os créditos do pré-pago não terão mais prazo de validade. Se você recarregar com R$ 13, por exemplo, não terá apenas 30 dias para usá-los – você pode usá-los quando quiser.
Esta semana, as operadoras disseram que não gostaram da novidade, e que essa alegria vai durar pouco: sem o prazo máximo nos créditos, os serviços do pré-pago podem ficar (ainda) mais caros. Por que, operadoras?
Basicamente, porque linhas pouco ativas custam caro para elas. Até então, isso era compensado pelo prazo de validade: se você quer continuar usando a linha, deposite mais dinheiro nela. Agora, essa fonte de renda pode secar.
Além disso, há os impostos: cada operadora precisa recolher, todo ano, R$ 13,42 para cada linha ativa – mesmo que seja pouco usada. Esta é a taxa anual do Fistel (Fundo de Fiscalização das Telecomunicações). Multiplique isso pelos 265 milhões de linhas móveis em funcionamento, e você chega a um valor enorme.
Como resolver isto? Corre na Câmara dos Deputados um projeto de lei que isenta as linhas pré-pagas do Fistel, assim como de outros impostos federais. Dessa forma, o governo pode abrir mão de aproximadamente R$ 5 bilhões por ano. Com o projeto, relatado pelo deputado Jeronimo Goergen (PP/RS), os créditos não teriam validade. Leia mais/Estadão
Postar um comentário

Parabéns Jataí


Palestras

Palestras
Invista em seu maior patrimônio, Pessoas.