Frequência de Classe - Um programa da Radio Line e Rádio Ideias

Refiz 2017

Refiz 2017

Fique em dia com o nosso Município

Fique em dia com o nosso Município
Quite seus débitos com a prefeitura

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Líder do PSB diz que candidatura de Campos é "irreversível" e Marina deve ser vice

(Marina Silva anuncia sua filiação partidária no PSB e fecha acordo politico com o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, para a corrida presidencial de 2014 Leia mais)
Alan Marques/Folhapress
GABRIELA GUERREIRO
DE BRASÍLIA

Líder do PSB, o senador Rodrigo Rollemberg (DF) disse nesta segunda-feira que a candidatura do governador Eduardo Campos (PSB-PE) à Presidência da República é "irreversível" mesmo com a filiação da ex-senadora Marina Silva à sigla. Rollemberg disse que Marina está "aberta" a ser vice na chapa de Campos, sem a chance de pleitear a candidatura ao Palácio do Planalto.
"Isso não vai acontecer [Marina ser candidata à Presidência]. O governo vai ficar alimentando isso na mídia, de quem será candidato, mas temos essa certeza porque fizemos um entendimento com a Marina. Vamos avaliar qual será o seu melhor papel, não temos uma chapa fechada. Mas ela está aberta a ser vice", afirmou.
Rollemberg foi um dos negociadores da ida de Marina para o PSB. O senador participou do encontro, na noite de sexta-feira, que selou a decisão da ex-senadora de escolher o partido. Segundo o congressista, partiu da própria Marina a decisão de se filiar ao PSB --o que inicialmente deixou Campos "surpreso".
Marina hoje aparece em segundo lugar nas pesquisas de intenção de voto e Campos está em quarto. Fonte: Folha de São Paulo
Postar um comentário

Palestras

Palestras
Invista em seu maior patrimônio, Pessoas.