Rádio Ideias - Programa Frequência de Classe nº 40

Fique em dia com o nosso Município

Fique em dia com o nosso Município
Quite seus débitos com a prefeitura

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Jatai terá em cinco anos um dos principais modais rodoviário do centro oeste

Rhony Brabosa com informações de O Popular
Jataí em cinco anos será um dos  principais modal rodoviário do Centro-Oeste para o escoamento da  produção, contando ainda com o ferroviária e aéreo, destes, o modal rodoviário, a BR 364, será duplicada de Jataí a Rondonópolis no Mato Grosso e de Jataí até Uberlândia. E ainda, teremos o etanol-duto que segue em ritmo acelerado. Não podemos esquecer o traçado da ferrovia que ligará à Ferro-Norte a Ferrovia Norte Sul passando por Jataí que estão em negociações bastantes avançadas onde a mesma está inserida no (PIL) - Programa de Investimento em Logística e a construção do Aeroporto Regional que segue também em ritmo acelerado. Jataí se transforma a cada dia em um dos principais centros de logística do país.
Cinco novos trechos rodoviários serão concedidos à iniciativa privada
A presidenta da República, Dilma Rousseff, e o ministro dos Transportes, César Borges, anunciaram na manhã desta sexta-feira (31/01), em Brasília (DF), a concessão de mais cinco trechos rodoviários à iniciativa privada. No total, serão concedidos 2.625,4 quilômetros de rodovias, sendo que 2.282 quilômetros deverão ser duplicados. Os investimentos previstos são da ordem de R$ 17,8 bilhões. “Com esses novos lotes, daremos andamento a esse importante programa de concessões firmado entre o governo federal e a iniciativa privada”, frisou Borges. O anúncio foi feito durante a cerimônia de assinatura do contrato de concessão das BRs-060/153/262/DF/GO/MG, formalizado com a Triunfo Participações e Investimentos (TPI).
Parte das novas concessões irá priorizar o escoamento da safra agrícola do Centro-Oeste. É o caso do trecho de 976 quilômetros das BRs-163/230/MT/PA, entre Sinop (MT) e o Porto de Miritituba, em Itaituba (PA), que atualmente comporta o escoamento de quatro milhões de toneladas de grãos por ano. A duplicação do trecho permitirá que este número chegue a 26 milhões até o final do prazo da concessão, que será de 30 anos. A concessionária que arrematar o trecho terá que duplicá-lo em cinco anos. A estrada de terra situada na via será totalmente asfaltada pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) ainda em 2014.
O aumento da capacidade de escoamento também será possível a partir da duplicação dos 703,7 quilômetros das BRs-364/060/MT/GO que ligam Rondonópolis (MT) a Goiânia (GO) e dos 439,2 quilômetros da BR-364/GO/MG que vão de Jataí (GO) ao entroncamento com a BR-153/MG. A concessão da BR-476 conectada com as BRs 153, 282, e 480, que vai de Lapa (PR) até a divisa SC/RS, passando por Chapecó (SC), irá facilitar a produção e exportação de proteínas.


Ponte Rio-NiteróiA nova leva de concessões também contempla a licitação da Ponte Rio-Niterói (BR-101/RJ), cujo contrato vigente se encerra em 2015. Segundo César Borges, a concessão não será renovada por ter sido feita com base em um modelo antigo, com altas taxas de retorno e com foco apenas na manutenção das rodovias, sem tratar de melhoria. “Uma nova licitação permitirá uma modicidade nas tarifas de pedágio”, explicou o ministro. Os investimentos serão feitos nos 13,2 quilômetros que ligam o acesso à Ponte Presidente Costa e Silva, em Niterói/RJ, ao entroncamento com a rodovia RJ-071, na Linha Vermelha. As intervenções incluem recuperação, manutenção, melhorias, monitoração e operação das pontes e respectivos acessos. ”Essas novas obras vão trazer melhorias no tráfego urbano do Rio de Janeiro”, finalizou. Fonte: O Popular
Postar um comentário

Parabéns Jataí


Palestras

Palestras
Invista em seu maior patrimônio, Pessoas.