Jataí mais segura

Jataí mais segura

Rádio Ideias - Programa Frequência de Classe nº 37

Fique em dia com o nosso Município

Fique em dia com o nosso Município
Quite seus débitos com a prefeitura

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Jataí entra no contexto da aviação regional no país

SAC já analisou 240 estudos de viabilidade técnica de aeroportos regionais

Aviação regional
Notícia foi dada pelo secretário executivo da SAC, Guilherme Ramalho, na manhã desta quinta-feira (18/9) em evento de infraestrutura aeroportuária realizado em São Paulo

Dos 270 aeroportos regionais contemplados no programa de desenvolvimento do Governo Federal, 240 já possuem o estudo de viabilidade técnica analisado pela Secretaria de Aviação Civil (SAC). A notícia foi dada pelo secretário executivo, Guilherme Ramalho, durante evento de infraestrutura aeroportuária realizado nesta quinta e sexta-feira em São Paulo.

“Estamos na fase de construção do alicerce do programa e já recebemos e analisamos 240 estudos de viabilidade técnica”, anunciou Ramalho. “Agora poderemos definir os investimentos propriamente ditos e colocar as obras na rua”, completou.

O representante da SAC explicou que a estimativa inicial é que sejam investidos R$ 7,3 bilhões na melhoria dos 270 aeródromos, que foram escolhidos de acordo com a projeção de demanda para os próximos anos. De acordo com Ramalho, nos próximos meses a aviação regional receberá mudanças significativas.

“Acredito que neste segundo semestre e ao longo de 2015 teremos um volume de investimento muito grande em aviação regional, e ainda nos próximos dois, três anos teremos uma transformação efetiva na estrutura aeroportuária regional”, disse. “E junto com um isso um aumento bem expressivo da oferta de voos”, acrescentou.

Segundo o secretário, as intervenções são de extrema necessidade para atender o crescimento da aviação civil no Brasil, que tem registrado aumento anual médio de 11%. “Em 2013 registramos um movimento de 203 milhões de passageiros nos nossos aeroportos. E para atender a demanda, investimos R$ 11 bilhões na expansão da infraestrutura, e continuamos a investir”.

Ramalho ainda destacou que o incremento do setor aéreo, além de promover a integração do país, que possui dimensões continentais, funciona como um indutor econômico e social, já que gera empregos diretos e indiretos.

Cargas - Indagado sobre o transporte aéreo de cargas, o secretário executivo da SAC contou que os passageiros foi o aspecto priorizado na escolha dos aeroportos para receberem melhorias neste primeiro momento do programa de investimentos na aviação regional.

“De maneira geral e coletiva, pensamos nos passageiros. Até porque, o transporte de cargas no Brasil é muito concentrado. Podemos dizer que ele se concentra em quatro aeródromos”, relatou Guilherme Ramalho. “No entanto, quando vamos discutir sobre o projeto de um aeroporto, se ele tem vocação para cargas, isso é levado em consideração. Mas não poderíamos ter uma rede de aeroportos só para cargas”, finalizou.

O Brasil possui 3.595 aeródromos, sendo que 714 são públicos e 2.881, privados.
Postar um comentário

Parabéns Jataí


Palestras

Palestras
Invista em seu maior patrimônio, Pessoas.