Fique em dia com o nosso Município

Fique em dia com o nosso Município
Quite seus débitos com a prefeitura

Rádio Ideias - Programa Frequência de Classe nº 26

Parabéns Jataí


quinta-feira, 30 de outubro de 2014

MAIS RIGOR E PUNIÇÃO AOS MOTORISTAS INFRATORES – ULTRAPASSAGENS E PEGAS



Por Adalberto Lemos - Exclusividade JN
A partir do dia 1º. de novembro desse ano passam a vigorar novos valores para multas decorrentes de infrações de trânsito por ultrapassagens e prática de “pegas” com veículos automotores.
Segundo  o Código de Trânsito Brasileiro,  ultrapassar em lugar proibido, ultrapassar pelo acostamento, forçar ultrapassagem perigosa e disputar corrida são infrações gravíssimas. Além da multa, o condutor perde sete pontos na carteira. E, em caso de reincidência, o valor é cobrado em dobro.
Ainda conforme a nova regra, em relação ao “racha”, o tempo de prisão para quem participar é de 6 meses a 3 anos. Provocar lesão corporal em uma corrida, a pena variará  de 3 a 6 anos. Em caso de morte de alguém em decorrência de um acidente causado por um “racha”, a pena de prisão será de no mínimo  5 e no máximo  10 anos.
Segundo dados da própria PRF, os números de flagrantes de ultrapassagens proibidas ou perigosas é considerado altíssimo Apenas no ano de  2014, 121 condutores, e isso apenas em média, foram autuados a cada dia.
Já no ano de 2013, foram efetuadas praticamente 45 mil multas, com um aumento significativo apontado entre os meses de janeiro e setembro desse ano que já chegam a mais de 33 mil entre janeiro e setembro deste ano..
Segundo os dados do DNIT, os acidentes motivados por ultrapassagens indevidas é um dos maiores fatores de morte no trânsito, em especial nas rodovias de fluxo intenso de tráfego.
As principais causas desse tipo de  acidentes são , segundo a PRF e DNIT as ultrapassagens em local proibido ou consideradas perigosas.
A ultrapassagem em local proibido, não se refere apenas e tão somente nos locais indicados por placas de sinalização ou pintura de faixa contínua na rodovia, mas também aqueles locais onde as condições de ultrapassagem são impróprias (inseguras) e que podem levar à colisão.

Esse fator tem sido um dos maiores causadores de acidentes, onde, infelizmente, praticamente todos tem como efeito a morte de um ou mais ocupantes dos veículos envolvidos, dado a violência causada pelo impacto de dois veículos conduzidos em velocidade elevada, que se multiplica por dois pelo veículo em sentido contrário.
Em razão do grande desrespeito por essa regra de circulação de suma importância, foram propostas e aprovadas modificações nos valores das multas impostas aos condutores infratores sendo:
.






Essas alterações visam punir com maior vigor os motoristas flagrados nesse tipo de infração, já que o brasileiro,infelizmente, só cumpre as regras quando sente “no bolso”.

Agora, acredito ser necessário divulgar, insistentemente nas rodovias essas alterações, e no meu entendimento não basta apenas promulgar a lei e “esconder” policiais nas rodovias para multar cidadãos.
Entendo que temos que, através de placas educativas nas rodovias, divulgar melhor essas alterações, principalmente nos pontos onde esses flagrantes são anotados com frequência, já que infelizmente, outro sintoma que o brasileiro tem é a péssima memória... como por exemplo a “Lei Seca” que no início teve significativa redução de ocorrências e hoje já se torna, novamente, corriqueira.

A medida não pode ter o objetivo único de arrecadação e sim de educar e educação não se consegue somente através de multas cada vez mais caras.
Postar um comentário

Palestras

Palestras
Invista em seu maior patrimônio, Pessoas.