Jataí mais segura

Jataí mais segura

Rádio Ideias - Programa Frequência de Classe nº 26

Fique em dia com o nosso Município

Fique em dia com o nosso Município
Quite seus débitos com a prefeitura

sábado, 9 de maio de 2015

Os Aeroportos Regionais do Estado – O que nos Espera a partir de 2016!

Por Claudio Louzada
As autoridades responsáveis pela construção e financiamento (Banco do Brasil) de um novo aeroporto precisam estar cientes que a indústria aérea regional brasileira passou por um processo rápido de mudança e adequação. Por motivos econômicos, de produção e principalmente por crescimento do tráfego de passageiros nas cidades pequenas e médias, as empresas regionais já substituíram suas aeronaves de 48 lugares por modelos maiores e de maior eficiência operacional. O turboélice de 70 lugares de capacidade mostrou-se ideal para o tráfego gerado hoje por muitas cidades brasileiras. As aeronaves de 48 lugares foram rapidamente substituídas pelo modelo maior que apresenta vantagens e novidades tecnológicas favoráveis as empresas e aos passageiros ao incorporarem poltronas mais ergométricas, maior cabine, redutores de ruído eletrônicos e maior velocidade, consequentemente menor tempo de voo e maior conforto. 

Os três maiores fabricantes de aeronaves regionais, tanto de turboélices quanto de jatos, tem planos ambiciosos para o mercado mundial de aeronaves regionais e para as cidades médias. 

Dentro de perspectivas de crescimento desse mercado, esses fabricantes já estão desenvolvendo os primeiros protótipos para a segunda geração de jatos e turboélices regionais. 

O atual turboélice de 70 lugares já tem uma versão para 86 lugares. A primeira aeronave já foi entregue no final de 2014, a um cliente da Ásia. Acredita-se que o fabricante concorrente irá lançar a versão para 90 lugares imediatamente. 

Os jatos regionais acomodam entre 76 passageiros a 118 passageiros, dependendo do modelo. Em 2016 aterrissa a segunda geração de jatos regionais no mercado mundial e Brasileiro. O modelo novo deve acomodar 130 passageiros ou 145 ou até 160 passageiros em configuração de alta densidade. O outro fabricante propõe 132 passageiros e uma versão de alta configuração para 144 lugares. 

Pelo exposto acima fica fácil perceber que tanto o turboélice quanto o jato irão crescer e ficar mais pesados. Talvez seja um erro projetar os aeroportos regionais do Estado sem levar em consideração as aeronaves mais pesadas e maiores que estão para chegar! 

Acredito que a resistência MÍNIMA do piso asfáltico deve ser para 29t, quando se pretende receber turboélices, e Mínimo de 60t para os jatos regionais. Exemplo: propostas de 23t para algumas cidades e pistas menores que 1.700m de comprimento podem ser um erro estratégico e replicado em muitos municípios do Estado. 

PISTAS MOLHADAS, MENORES QUE 1.500 metros, NÃO ATENDEM o NÍVEL DE SEGURANÇA DESEJÁVEL PELOS EMPRESÁRIOS DE AVIAÇÃO !!! Porque? Porque uma aeronave de 70 lugares necessita de 1.367 m para decolar com pista seca com uma temperatura ambiente de 15C. No Brasil a temperatura média é de 26C. Ou seja, (1.500m-1.367m) resta apenas 133m de pista para todas as eventualidades. Estando a pista molhada e temperaturas acima de 26C, 1.500m torna-se critico. 

Aeroporto Regional é também todo aquele aeroporto que já nasce operando voos por instrumento nas aproximações, pousos e decolagens baseados em informações GPS. Nenhum aeródromo pode receber o nome de “aeroporto” em pleno século 21, se não operar por instrumento. O GPS substitui com maior segurança e sem custos os antigos equipamentos afixados ao solo. O GPS é livre, grátis, sem ônus nem taxas. 

Não podemos construir pistas e aeroportos regionais para o hoje. O hoje já é passado! A pista Mínima: 
Turboélice = 1.700m x 30m + 29t + GPS 
Jato regional = 2.200m x 45m + 60t + GPS 

Saudações, 
Claudio Louzada, 59 - Consultor para o Modal Aéreo. Gaúcho de Porto Alegre. Ex-comandante da RioSul e Varig. Possui grande experiência em turboélices regionais, jatos comerciais, voos internacionais e consultoria. 
louzada.cl@gmail.com (11) 99173-7284 
Carrascosa e Louzada Engenharia e Soluções Empresariais.
Postar um comentário

Parabéns Jataí


Palestras

Palestras
Invista em seu maior patrimônio, Pessoas.