Frequência de Classe - Um programa da Radio Line e Rádio Ideias

Frequência de Classe - Um programa da Radio Line e Rádio Ideias

Refiz 2017

Refiz 2017

Fique em dia com o nosso Município

Fique em dia com o nosso Município
Quite seus débitos com a prefeitura

quarta-feira, 17 de junho de 2015

A palavra do editor

Por Gideone Rosa -
Ontem vi em uma rede social o desabafo de um amigo sobre a violência, a violação do sagrado lar, de sua casa a qual por duas vezes foi roubada, saqueada, desrespeitada, aviltada por bandidos. 
Diante de um fato como esse o que parece é que nunca em nossa história vivemos tamanha brutalidade, impunidade onde a polícia, em suas limitações, prende o bandido e a justiça, que não anda de mãos dadas com a Lei, vem e solta o marginal, seja ele, o bandido, de expressão ou não.

Estamos nos sentindo abandonados pela pátria mãe que parece adormecer em berço esplêndido onde o gigante, alem de adormecido, está de mãos e pés atados, e ainda, amordaçado.  

Algum tempo atrás cansamos de ver na TV movimento dos chamados sem terra e sem teto, hoje não apenas vemos, mas sentimos na pele em um país que não é mais apenas de sem terra ou sem teto, mas em um país sem moral, sem ética, sem respeito, sem justiça, sem segurança, sem educação, sem saneamento, sem saúde, sem transporte, sem energia, ...sem infra-estrutura, ...ou seja, o país dos sem nada. ...Ops me enganei, estamos vivendo sim no país da abundancia e da maravilha, abundância de violência, de crimes, de corrupção em todos os níveis...
...Ainda me mudo para o Alaska. Bom dia senhoras e senhores da nave. Enquanto não mudamos vamos tolerando para não entrarmos em cólera. Melhor dizendo, vamos adotar um novo gentílico, de brasileiros para Brasilianos. Quem sabe assim mudamos a cara desse país chamado Brasil.
Postar um comentário

Palestras

Palestras
Invista em seu maior patrimônio, Pessoas.