Fique em dia com o nosso Município

Fique em dia com o nosso Município
Quite seus débitos com a prefeitura

Rádio Ideias - Programa Frequência de Classe nº 26

Parabéns Jataí


quinta-feira, 9 de julho de 2015

Maguito Vilela é condenado por improbidade administrativa

Foto: Marcos Nunes Carreiro
Por Sarah Teófilo

Gestor de Aparecida de Goiânia e ex-secretário de Saúde foram julgados por aluguel no valor de R$ 31 mil, sem licitação, de imóvel de filhas do procurador-geral do município
O prefeito de Aparecida de Goiânia, Maguito Vilela, foi condenado pelo Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO) por improbidade administrativa, juntamente com o ex-secretário municipal de Saúde, Rafael Gouveia Nakamura. A condenação é devido a um contrato de aluguel da pasta feito sem licitação.

Segundo o Tribunal, o imóvel era do procurador-geral do município, Tarcísio Francisco dos Santos, que não podia realizar contratar com o poder público. Tarcísio passou, então, o bem para suas duas filhas. Conforme voto do relator Wilson Safatle Faiad, a ação foi realizada com o intuito de “camuflar” a contratação com o procurador.

Tarcísio, em entrevista ao Jornal Opção Online, garantiu que o imóvel nunca foi de sua propriedade. “Tudo mentira. Eu desafio o mundo a provar que aquela propriedade já esteve em meu nome.  Esta é uma decisão equivocada”, disse. O procurador afirma que imóvel foi construído pelas filhas, e que ele inclusive ajudou durante as obras.

O espaço foi alugado sem licitação no valor de R$ 31.200 pelo período de ano, sendo R$ 2.600 por mês. A prefeitura alugou o imóvel por cerca de, segundo procurador, dois anos e meio. A justificativa em documento era de que o local seria um laboratório público municipal. Entretanto, segundo o Tribunal, o laboratório não chegou a ser instalado. Leia mais/Opção
Postar um comentário

Palestras

Palestras
Invista em seu maior patrimônio, Pessoas.