Jataí mais segura

Jataí mais segura

Rádio Ideias - Programa Frequência de Classe nº 37

Fique em dia com o nosso Município

Fique em dia com o nosso Município
Quite seus débitos com a prefeitura

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Goiás poderá ficar fora do Horário de Verão ainda em 2015

Para economizar 0,5% em Goiás "representando apenas o consumo mensal de uma cidade de 100 mil habitantes"
... é gerado todo um desgaste com a mudança de horário nos meses de outubro e fevereiro de cada ano... ainda mais com essa crise, e os preços abusivos na conta de energia, sem falar da bandeira vermelha "171"... o cidadão já está fazendo economia a muito tempo...

NA ÍNTEGRA:
A pedido do deputado federal Delegado Waldir Soares (PSDB/GO), o Governo do Estado de Goiás enviou ofício ao Ministério de Minas e Energia pedindo a exclusão do nosso estado do rol das unidades federativas submetidas ao horário de verão. No último dia 14, o deputado já havia protocolado um ofício no Ministério solicitando a providência, e encaminhado um outro documento a governadoria pedindo que o Estado de Goiás também fizesse o pedido.

“Pedi o apoio do governo do estado para acabar com o horário de verão e a resposta foi positiva”, comemora Waldir Soares, sobre o ofício que manifesta a posição contrária do Executivo ao horário de verão. O documento, com data do dia 21 de outubro, é assinado pelo governador em exercício, José Eliton de Figuerêdo Júnior, e direcionado ao ministro Eduardo Braga.

No documento da governadoria, José Eliton pede, atendidos os pressupostos necessários, a exclusão de Goiás “ainda em 2015 se possível”, ou, se for o caso, que o Ministério “proponha a Presidência da República tal providência”.

O governador em exercício assinala que foi motivado também por demandas encaminhadas ao seu gabinete e considerou que a implementação do horário diferenciado, por mais uma vez, “tem causado desconforto a significativa parcela da sociedade goiana, seja pelo comprometimento da qualidade do sono, seja pela queda de rendimento no trabalho e na escola, além de gerar transtornos à saúde de pessoas mais sensíveis”.

No ofício, o governador em exercício cita o argumento, levantado também pelo deputado Delegado Waldir em seu pedido, de que, no horário de verão, há elevação do sentimento de insegurança, decorrente da antecipação da jornada escolar e de trabalho para um horário em que as ruas ainda estão escuras.

Por fim, nas razões do pedido, o Governo de Goiás lembra, no documento enviado ao Ministério, o consumo de energia em Goiás, que encontra-se abaixo da média projetada pela Celg, a companhia de distribuição de energia do Estado. “É importante que iniciemos essa luta. Conseguimos este apoio importante para, quer seja agora ou depois, tirar Goiás do horário de verão”, assinalou o deputado Delegado Waldir.
Postar um comentário

Parabéns Jataí


Palestras

Palestras
Invista em seu maior patrimônio, Pessoas.