Frequência de Classe - Um programa da Radio Line e Rádio Ideias

Frequência de Classe - Um programa da Radio Line e Rádio Ideias

Refiz 2017

Refiz 2017

Fique em dia com o nosso Município

Fique em dia com o nosso Município
Quite seus débitos com a prefeitura

quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Sudoeste Goiano em foco - Universidade Federal do Sudoeste

Governador confirma criação de duas novas universidades em Goiás

Por Sarah Teófilo/JO
As instituições serão instaladas em Jataí e Catalão, que deixarão de ter unidades da UFG. Anúncio foi feito após encontro de Marconi Perillo com a presidente Dilma Rousseff (PT)

O governador Marconi Perillo (PSDB) acaba de confirmar a criação de duas novas universidades no Estado de Goiás, nas cidades de Catalão e Jataí. A informação antecipada com exclusividade pelo Jornal Opção e Jataí News foi divulgada pelo tucano no início da noite desta quarta-feira (4/11).

As instituições ainda não têm nome oficial, sendo que preliminarmente serão chamadas de Universidade Federal do Sudoeste e Universidade Federal do Sudeste. As unidades da Universidade Federal de Goiás (UFG) nas cidades de Jataí e Catalão deixarão de existir, e os alunos que já ingressaram passarão a estudar nas novas universidades — mas ainda receberão o diploma da UFG.

No próximo dia 19, a presidente virá a Goiás assinar os documentos criando as duas novas instituições de ensino superior. Marconi frisou que ao longo de 60 anos o Estado conviveu apenas com a UFG, responsável pela criação e estruturação de dois dos mais importantes campi do País.

“O governo investiu dezenas de milhões de reais para pagamento de professores, construção da biblioteca e teatro da UFG de Catalão. Isso tudo contribuiu para criação de ambiente de parceria”, disse. O tucano ainda frisou a importância da parceria entre Estado e prefeituras, e ainda elogiou os reitores. “Todos deram a esses campi fundamental importância.”

As instituições serão independentes, cada um com seu respectivo reitor. A universidade de Jataí terá 25 cursos de graduação, seis de pós-graduação (mestrado e doutorado), com 339 docentes e 3.200 alunos matriculados. A unidade será construída em uma área de 366 hectares doada pelo Estado de Goiás. Já na universidade de Catalão, serão mais de 20 cursos de graduação.

De acordo com o tucano, as duas vão contar com o curso de Medicina. Além disso, já foi autorizado o convênio de R$ 3 milhões. “A presidente tinha em mãos informações que foram repassadas por mim através do professor Orlando. Hoje estamos felizes, porque Goiás conquista mais duas universidades. Precisamos contar com formação de alto nível e autônomas”, ressaltou o tucano.

Presente no local, o reitor da UFG, Orlando Afonso, frisou que a conquista é a materializarão do que os reitores construíram ao longo de 35 anos nas regionais, que de acordo com ele são as maiores. Orlando lembrou ainda que Goiás era um dos poucos Estados com apenas uma universidade federal, dizendo que o fato era injusto e não fazia jus à potência do Estado.

“Quero agradecer em especial o governador Marconi, que no prazo recorde de pouco mais de um mês conseguiu viabilizar mais duas universidades. Ele, com seu prestígio, nos solicitou os dados, foi à presidente e traz para Goiás essa notícia maravilhosa”, pontuou, garantindo que a notícia da consolidação de dois campi será recebida por todos com muita alegria.
Postar um comentário

Palestras

Palestras
Invista em seu maior patrimônio, Pessoas.