Frequência de Classe - Um programa da Radio Line e Rádio Ideias

Frequência de Classe - Um programa da Radio Line e Rádio Ideias

Refiz 2017

Refiz 2017

Fique em dia com o nosso Município

Fique em dia com o nosso Município
Quite seus débitos com a prefeitura

sábado, 27 de fevereiro de 2016

MP-GO ameaça propor ação judicial se efetivo policial não aumentar

Governador de Goiás anuncia a criação de força-tarefa (Foto: Paula Resende/ G1)
Chamamentos e novos concursos serão anunciados em breve, diz governo.
População cobra segurança e critica o fechamento de delegacias na capital.

Do G1 Goiás
O Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) defende que é preciso, de forma urgente,  aumentar o efetivo policial para o combate à violência no estado. Promotores de Justiça cobram a realização de novos concursos e o chamamento dos candidatos que já foram aprovados em outros processos. Caso essas medidas não sejam tomadas, o Governo de Goiás poderá ser acionado judicialmente.

“O caminho é investir em pessoal. É uma coisa para hoje. A realização de concursos, especialmente da Polícia Civil, chamamento dos concursados da Polícia Técnico-Científica , chamamento dos concursados da Agência Prisional, chamamento dos concursados excedentes da Polícia Militar. Se nós não tivermos nenhuma perspectiva de solução por intermédio das negociações, não nos restará outra alternativa senão nos socorrermos das medidas judiciais”, declarou o promotor de Justiça Giuliano da Silva Lima.

Na quarta-feira (24), ao anunciar uma força-tarefa de combate à violência no estado, o governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), destacou que haverá concursos e nomeação de policiais militares, civis e da Polícia Técnico-Científica. No entanto, ele não informou quando aumentará o efetivo.

A necessidade de concursos foi reforçada pelo vice-governador José Eliton (PSDB) ao assumir o comando da Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SSP-GO), na quinta-feira (25).  "Há uma análise sendo feita para resolver essa questão. Tive uma reunião com o governador e a secretária da Fazenda. Nós estamos discutindo essa questão sob o aspecto do olhar para o Tesouro quanto para a legalidade desta convocação", declarou o secretário.
Postar um comentário

Palestras

Palestras
Invista em seu maior patrimônio, Pessoas.