Fique em dia com o nosso Município

Fique em dia com o nosso Município
Quite seus débitos com a prefeitura

Rádio Ideias - Programa Frequência de Classe nº 26

Parabéns Jataí


quinta-feira, 23 de junho de 2016

Raio X da política jataiense número 2

Sem muito alarde o caldeirão está em banho maria pronto para recomeçar a ferver e entrar em ebulição

Por Gideone Rosa
Ainda vai passar muita água debaixo dessa ponte. Há quem diga, aqueles otimista que ainda acreditam no conto da carochinha achando que na política tudo está resolvido afirmo não está enquanto o juiz não dá o apito final nesse jogo. Esses otimistas falam que a água que passaria debaixo dessa ponte já secou, reafirmo, ela não secou, tão pouco terminou de passar e vai passar com abundância.

Acompanhando o desenrolar de cada pré-candidato observamos que alguns crescem na popularidade, fazem muito barulho principalmente nas redes sociais e outros correm atrás de TVs, rádios, impressos e até fazem visitas pela cidade, mas o que se percebe é que parecem patinar em piso molhado não decolando. No que diz respeito às redes sociais complica ainda mais por trabalhos ineficientes o que pode comprometer sobremaneira sua campanha. A propósito, o atual presidente dos EUA, Barack Obama, em suas candidaturas teve sua maior plataforma de campanha as redes sociais e o YouTube foi seu principal canal.

Bem que se diga que campanha propriamente dita não é o momento, até por  uma questão de legalidade, porém algumas situações, com as devidas cautelas, podem ocorrer desde que não se declare abertamente como campanha, ou seja uma visita aqui outra acolá, divulgação de ações usando as redes sociais na internet e dispositivos móveis entre outros veículos como os postulantes vem utilizando.

Falando abertamente citando os nomes destes postulantes observamos que Victor Priori, outrora PSDB, foi duramente criticado por seus ex parceiros políticos, entre eles o próprio governador Marconi Perillo, que em uma de suas falas disse estaria dando um tiro no próprio pé saindo do partido e indo para o DEM, partido esse que é comandado por Ronaldo Caiado, desafeto político declarado do governador. Victor é daqueles políticos que não se fabrica mais, ele ainda acredita que política se vence com o poder econômico e esse tiro pode sair pela culatra, sem falar que sua rejeição é espantosa. 

Já Vinícius Luz (PSDB), vereador, e seus pares acredita que o seu futuro está garantido e que nenhuma mudança poderá ocorrer já que pensam que sua chapa está definida e sacramentada tendo Simone Oliveira Gomes como sua vice. Porém Marconi Perillo é quem tem o martelo nas mãos e que pode dar um banho de água fria em muita gente causando uma intempérie ou um acidente nesse percurso. Bem falando, acidentes de percurso ocorrem. Vinícius vem usando as redes sociais como nenhum outro pré candidato, chegando a ser enfadonho tamanha presença. 

Por outro lado o pré-candidato José Herculano acredita no seu carisma e popularidade, porém vem fazendo um trabalho discreto e pontualmente vem tendo uma boa resposta do eleitor jataiense.

Marcos Antônio (PDT) também vereador e presidente do Legislativo Municipal, vem fazendo um trabalho excepcional e que está ajudando a colocar Jataí no topo dos municípios que mais crescem no estado de Goiás. Foi o vereador mais bem votado na última campanha, está presente em toda mídia, seja ela TV, rádio, impressos e internet, o que o torna um dos políticos mais populares da atualidade seja no centro da cidade, na periferia  e até mesmo na zona rural. Sabiamente Marcos vem usando as armas que tem o que está fazendo uma grande diferença nesse rebuliço todo chegando a ser assediado até mesmo por pré-candidatos adversários o que fortalece ainda mais o seu nome.

O pré-candidato da situação, indicado pelo prefeito Humberto Machado, Geneilton Assis Filho (PMDB), chegou de forma tardia na esperança de ser o salvador da pátria, já que devido às tempestades internas do partido ocasionadas pela indefinição de Leandro Vilela por um longo período, esse que seria a pá de cal em todo esse processo, causou danos que acreditamos causar prejuízos substanciais nessa sua jornada. 

Não menos que isso Geneilton passou de desconhecido a um pouco mais que conhecido já que tem a máquina administrativa como ferramenta a qual já deveria estar sendo usada a seu favor a no mínimo um ano atrás. O pré-candidato parece estar usando bem o rádio e a Tv porém está pecando e muito no modo de uso das redes sociais. Hoje, contando em torno de 10 grupos do Facebook que agrega mais de 15 pessoas inscritas aqui em Jataí a participação de Geneilton nessa rede é praticamente inexistente o que caracteriza um trabalho falho pelos seus pares. Diante desse quadro comportamental o que denota é que o pré-candidato está malhando em ferro frio, não decola ou ainda, está patinando no piso molhado da popularidade. Cá entre nós, popularidade está acima do poder econômico ou da máquina.

Analisando toda essa situação concluímos que ainda há fatos novos a ocorrer na vida política de Jataí o que poderá ser surpresas, boas surpresas para alguns e surpresas ruins para outros o que poderá causar choros, decepções e quem sabe até revoltas.

Uma coisa é certa, na política a união de vários fatores é que define uma campanha e que pode dar a vitória a qualquer candidato, folha de serviços prestados, carisma, empatia, popularidade, coerência em seus atos, seriedade, moral, ética, honestidade, o que fará grande diferença diante do que estamos vivendo na atual conjuntura política  brasileira, o desgaste dos políticos seja nas esferas municipal, estadual ou federal, onde o poder financeiro vem quase que na última posição. Afinal não se contrata cabo eleitoral sem dinheiro. Trabalhar por idealismo? Só em discursos. 

Postar um comentário

Palestras

Palestras
Invista em seu maior patrimônio, Pessoas.