Radio Line e Rádio Ideias apresentam, Frequência de Classe 54

Concurso Público Municipal

terça-feira, 5 de julho de 2016

SMT em Jataí dá mais atenção a automóveis do que a pedestres

Onde está a faixa de pedestres?
Sinalização de trânsito horizontal preza carros e não a pedestres. 

Por Gideone Rosa
Jataí é uma das cidades que mais crescem no Centro-Oeste brasileiro consequentemente vários problemas de questões sociais acontecem na mesma proporção. Problemas como criminalidade, habitação, saneamento, segurança, saúde, transporte e em especial o trânsito.

Estamos observando que em Jataí existe hoje uma boa sinalização de trânsito porém em alguns aspectos é falha quando se trata do cuidado com pedestre.

Todos os dias várias ruas estão sendo sinalizadas e recentemente, dentro desse trabalho da SMT, algumas dessas ruas na região norte da cidade, mais precisamente nas imediações do Conjunto Rio Claro e Jardim Flamboyant onde está a nova sede da antiga Escola Técnica Federal o IFG, em decorrência da inauguração do Laboratório de Construção Civil do curso de Engenharia Civil, foram feitas várias dessas sinalizações mas apenas sinalização horizontal, aquelas de solo.

Nessas localidades o trânsito é bastante intenso principalmente por pedestres justamente em decorrência da existência de umas das maiores instituições de ensino do Sudoeste Goiano, o IFG. Essa intensidade de movimento tanto de carros como de pedestres é mais acentuada nos horários de pico em especial entre às 17 e 20 horas é quando os alunos começam a chegar na escola.

Observamos que o pedestre está sendo ignorado com essas sinalizações horizontais com a ausência de faixas de  pedestres. Pela importância daquelas vias que dão acesso ao IFG essas faixas se fazem necessário em pelo menos 4 daqueles cruzamentos na avenida principal a contar desde a sede da TV Anhanguera até a rotatória do referido IFG.

Infelizmente o que se percebe é que a SMT, o órgão responsável por esse trabalho, está fazendo uma sinalização como se em Jataí só existisse automóveis, como que todos os jataienses andassem apenas de carro.
Postar um comentário