Fique em dia com o nosso Município

Fique em dia com o nosso Município
Quite seus débitos com a prefeitura

Rádio Ideias - Programa Frequência de Classe nº 26

Parabéns Jataí


quinta-feira, 21 de julho de 2016

Uma sequência de erros. ...Ou seria desastrosa?

Em 2012, na eleição municipal, o deputado LEANDRO VILELA, quase levou seu partido à um desastre político em Jataí. Como articulador político, da então campanha do atual prefeito Humberto Machado, tentou a todo custo obter muitos partidos à toque de caixa e até obteve alguns, porém alguns dos partidos que ele já tinha como certeza no bojo do PMDB, dias depois impetrava ação contra a campanha de Humberto. A trapalhada foi tanta que Humberto mesmo eleito, tomou posse sob liminar. 

Em 2016, tudo indica que ele mais uma vez é o grande trapalhão na grave situação política que o partido vivencia.  E esse situação tem tudo para se tornar ainda mais grave nesse ano.  Humberto Machado não foi eleito por articulação de Leandro, nem do PMDB, mas sim por méritos próprios, pela fama de grande administrador e tocador de obras. Quando assumiu, demonstrou maturidade política ao iniciar conversas com alas partidárias que antes era adversária. 

Teve maturidade administrativa ao montar um secretariado, que se não é perfeito, pelo menos desempenhou um bom trabalho, e a maior prova de que isso tudo deu certo, é que mesmo após quatro mandatos, a sua aceitação supera os desgastes. Algo inédito entre os político brasileiros. Porém, ele (Humberto) já não mais é candidato. 

E o nome que até então iria mobilizar a militância seria o do Leandro Vilela, que ficou num chove não molha , e não permitiu a construção de um nome competitivo. Ao assumir que não seria mais candidato, colocou o partido em maus lençóis.  Se fosse candidato, teria pontos positivos, serviços a mostrar, porém também seria um prato cheio para a oposição, que não teria problemas em explorar, por exemplo, seu encontro com a “pastinha” Luciane. Daniel Vilela também estava nesse fatídico encontro! 

Como se não bastasse a trapalhada de Leandro, Daniel Vilela também tá fazendo o mesmo que seu primo: Se afastou da militância do PMDB local, porém administra o partido com  mão de ferro e não dá autonomia para os membros do diretório, nao dialoga com os vereadores do PMDB e espera amealhar partidos políticos á toque de caixa, ou por imposições superiores. Enquanto isso, o seu próprio partido, sequer tem um norte para se orientar. Tem tudo pra dar errado! Geneilton Assis, jovem e competente fiel escudeiro de Humberto Machado, parece que já enxergou além do próprio nariz e já retirou seu nome como pré candidato do partido. Por Jerry Lewis
Postar um comentário

Palestras

Palestras
Invista em seu maior patrimônio, Pessoas.