Jataí mais segura

Jataí mais segura

Rádio Ideias - Programa Frequência de Classe nº 37

Fique em dia com o nosso Município

Fique em dia com o nosso Município
Quite seus débitos com a prefeitura

terça-feira, 16 de agosto de 2016

Sem interessados, governo adia leilão da Celg-D, distribuidora de Goiás

Leilão estava marcado para acontecer na próxima sexta-feira (19).
Celg-D é a primeira de sete distribuidoras da Eletrobras que irão a leilão.

Fábio Amato/Do G1, em Brasília
O Ministério de Minas e Energia anunciou nesta terça-feira (16) o adiamento do leilão da Celg-D, distribuidora que atende ao estado de Goiás. O certame estava marcado para sexta (19), mas o governo precisará remarcá-lo porque não houve interessado em assumir a concessão.

A venda da Celg-D seria o primeiro teste do projeto de desestatização do governo do presidente em exercício, Michel Temer. Apesar de decisão de entregar o controle da distribuidora à iniciativa privada ter saído durante o governo da presidente afastada, Dilma Rousseff, o edital do leilão foi publicado em junho, após a chegada de Temer ao Planalto.

A Celg-D é hoje administrada pela Eletrobras, estatal que, por sua vez, é controlada pelo governo federal. Recentemente, a empresa anunciou a decisão de não renovar as concessões de outras seis distribuidoras, que atendem aos estados do Piauí, Alagoas, Amazonas, Roraima, Rondônia e Acre.

O secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia, Paulo Pedrosa, disse nesta terça, pouco depois do anúncio do adiamento do leilão, que o governo não vai desistir de privatizar a Celg-D.

"[A falta de interesse no leilão] não muda em nada a determinação nossa em vender", disse ele a jornalistas no Senado. Ele afirmou ainda que o governo vai "rever as condições de risco" tratadas no edital, para trazer mais segurança aos investidores, e também pode mudar o valor mínimo exigido pelo controle da distribuidora. Leia mais/Edital
Postar um comentário

Parabéns Jataí


Palestras

Palestras
Invista em seu maior patrimônio, Pessoas.