Frequência de Classe - Um programa da Radio Line e Rádio Ideias

Frequência de Classe - Um programa da Radio Line e Rádio Ideias

Refiz 2017

Refiz 2017

Fique em dia com o nosso Município

Fique em dia com o nosso Município
Quite seus débitos com a prefeitura

domingo, 4 de setembro de 2016

As últimas do Sudoeste Goiano da cidade de Aporé

Prefeito, irmão e primeira-dama de Aporé presos são ouvidos no MP-GO
Teor das declarações não foi revelado; defesa diz que vai recorrer. 
Crime de peculato relacionado ao desvio de combustível é investigado.

Sílvio Túlio e Vanessa Martins/Do G1 GO
O prefeito de Aporé, Hailton Gomes da Pena, o irmão dele, Álvaro Gomes da Pena, e a primeira-dama, Maria Zelinda Buranello da Pena, preso em uma operação do Ministério Público, são ouvidos na sede do órgão, em Goiânia, na tarde desta sexta-feira (2). A informação foi confirmada ao G1 pela assessoria do MP. Eles são alvos de uma ação que apura crimes de peculato relacionados ao desvio de combustível em benefício particular.

Nenhum promotor de Justiça envolvido no caso quis dar declarações sobre as investigações sobre os depoimentos ou revelar detalhes da ação, que foi deflagrada na quinta-feira (1º), na cidade do sudoeste goiano.

O advogado dos três presos, Gilberto Pereira Borges, afirmou que não concorda com a prisão. Ele destacou ainda que não teve acesso aos autos, mas já adiantou quer vai entrar com pedido de habeas corpus.

"Eles não foram acusados, portanto, não deveriam ter sido presos. A prisão temporária deles, que é de cinco dias, foi decretada por um desembargador que entendeu que eles deveriam ser ouvidos em Goiânia para não ter tempo de combinar o que dizer. A meu ver, se eles foram detidos para serem ouvidos apenas, eles devem ser soltos em seguida", afirmou ao G1.

O defensor revelou que Hailton e Maria Zelinda estão detidos na Casa de Prisão Provisória (CPP) do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital. Já Álvaro, que conforme o advogado, é ex-policial militar, está detido em um quartel militar.

Álvaro também é secretário de Administração e Planejamento. Já Maria Zelinda chefia a pasta de Assistência Social

Operação
Além dos três, também foi preso um homem em Belém (PA). A identidade dele não foi revelada. Todos eles foram alvos de mandados de prisão temporária e estão sendo conduzidos para Goiânia. Outros três mandados de busca e apreensão foram cumpridos na cidade.

A operação foi chefiada pela Procuradoria de Justiça Especializada em Crimes Praticados por Prefeitos e contou com o apoio da Polícia Civil e do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Estado do Pará.
Postar um comentário

Palestras

Palestras
Invista em seu maior patrimônio, Pessoas.