Jataí mais segura

Jataí mais segura

Rádio Ideias - Programa Frequência de Classe nº 37

Fique em dia com o nosso Município

Fique em dia com o nosso Município
Quite seus débitos com a prefeitura

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

G1 - Vice-governador de GO, José Eliton está na UTI em estado regular

Ele foi baleado durante carreata política; candidato a prefeito e PM morreram.
Advogado atingido durante tiroteio tem o mesmo estado de saúde.

Do G1 GO
O vice-governador e secretário de Segurança Pública de Goiás, José Eliton (PSDB) está internado na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol) em estado regular. Ele foi baleado na região do abdômen durante um atentado que matou o candidato a prefeito de Itumbiara José Gomes da Rocha (PTB). O advogado da Prefeitura de Itumbiara, Célio Rezende, que participava da carreata e também foi baleado, está na unidade, com o mesmo quadro clínico.

Segundo a assessoria de imprensa do Hugol, os dois pacientes estão conscientes e passaram por vários exames. Os médicos ainda analisam os resultados.
A troca de tiros aconteceu durante uma carreata nesta quarta-feira (28) em Itumbiara, no sul goiano. Também morreram o cabo da PM Vanilson João Pereira, de 36 anos, e o atirador, identificado como Gilberto Ferreira do Amaral, de 53 anos, funcionário da prefeitura.

Logo após o atentado, Eliton foi socorrido e levado para o Hospital Municipal Modesto de Carvalho, em Itumbiara. O diretor clínico da unidade, Ernani Oliveira Rodrigues, disse que secretário chegou ao local assustado, mas consciente e lúcido.

Segundo Rodrigues, o vice-governador passou por uma cirurgia exploratória no abdômen ainda em Itumbiara. “A operação foi feita para procurar alguma lesão interna, alguma hemorragia, mas não foi encontrado nada disso. Ele só teve a lesão muscular, os exames também não mostraram nenhuma bala alojada no corpo”, afirmou em entrevista ao G1.

O médico afirmou que atendeu também o candidato Zé Gomes, que chegou à unidade de saúde já com parada cardiorrespiratória. As equipes tentaram reanimar o político por cerca de uma hora, mas ele não resistiu.

“Ele teve trauma importante na região torácica e cervical, perto da clavícula. Teve uma lesão interna com muito sangramento. Ele foi entubado, medicado, mas sem sucesso. O óbito dele foi declarado às 18h44”, disse. 

O diretor contou que o policial militar Vanilson João Pereira também chegou ao hospital com parada cardiorrespiratória, e as equipes tentaram reanimá-lo, mas ele teve uma hemorragia abdominal e não resistiu. O médico disse ainda que foi possível identificar que duas balas acertaram o PM na região do abdômen. O óbito dele foi declarado às 18h35.

Rodrigues pontuou que o advogado foi baleado na região da coluna, mas ainda seria analisado pelas equipes do hospital.
Postar um comentário

Parabéns Jataí


Palestras

Palestras
Invista em seu maior patrimônio, Pessoas.