Rádio Ideias - Programa Frequência de Classe nº 24

quinta-feira, 8 de setembro de 2016

União de Marconi e Vanderlan muda configuração política em Goiás

Aliados avaliam que parceria pela Prefeitura de Goiânia renovou cenário 

Por Alexandre Parrode
Adversários na disputa pelo governo de Goiás em 2010 e 2014, Marconi Perillo (PSDB) e Vanderlan Cardoso (PSB) agora caminham juntos na disputa pela prefeitura de Goiânia.

A união será definitivamente selada com a entrada do tucano-chefe na campanha do empresário — em evento previsto para o dia 14, no Tatersal de Elite. Tanto do lado do PSDB como do PSB, a aproximação tem sido avaliada como o início de um novo tempo na política — que simboliza a maturidade das articulações e projetos.

Vanderlan mantém sua autonomia e a liderança da candidatura, mas ganha o reforço de peso do governador do Estado — que tem histórico de vitórias em Goiás, afinal, foi eleito para um quarto mandato.

Palacianos avaliam que, acima de qualquer rivalidade política, está em jogo o desenvolvimento de Goiânia, que nos últimos anos enfrentou crises financeira e administrativa. Do lado de Vanderlan, a chegada de Marconi é vista como simbólica. “O governador nunca perdeu eleição para Iris. Foram três enfrentamentos contra o peemedebista e três vitórias”, lembrou uma fonte.

Com a crise nacional, Marconi tem afirmado que o jeito “tradicional” de fazer política está ultrapassado, a população não suporta mais e é preciso mudar radicalmente. Nesse sentido, o governador chegou a propor aliança com Iris Rezende e disse que o apoio do PSDB à candidatura irista só dependeria do PMDB — que rejeitou.

O governador vê a parceria com Vanderlan como uma chance de trazer para Goiânia obras e benefícios históricos. Marconi hoje é afinado com o governo do presidente Michel Temer (PMDB), tem bom trânsito com todos os ministros e com Vanderlan na prefeitura firmaria uma tríade em prol da capital: governo federal, governo estadual e prefeitura falando.

Vale lembrar que o governador sempre quis estabelecer essa mesma parceria com o atual prefeito, Paulo Garcia (PT), mas a interferência e o ódio de Iris Rezende atrapalharam a relação.

Tanto que o próprio prefeito, depois de romper com Iris, assumiu que o cacique peemedebista atrapalhava sua relação com Marconi. Governador e prefeito estão mais próximos do que nunca e a parceria já deu frutos: o Ministério das Cidades garantiu recursos para o BRT de Goiânia, que é a principal obra da atual gestão municipal.
Postar um comentário

Palestras

Palestras
Invista em seu maior patrimônio, Pessoas.