Jataí mais segura

Jataí mais segura

Rádio Ideias - Programa Frequência de Classe nº 37

Fique em dia com o nosso Município

Fique em dia com o nosso Município
Quite seus débitos com a prefeitura

terça-feira, 25 de outubro de 2016

Operação da PF cumpriu mandado de prisão preventiva em Serranópolis

Entre os investigados estão o prefeito eleito Lidervam Lima (PSDB), além do vereador eleito Marciano Neto (PP)

Por Rosana Carvalho/Panorama
Na manha desta segunda feira (24), em uma coletiva de imprensa no Auditório da Delegacia da Polícia Federal de Jataí/GO, os delegados federais Rodrigo Teixeira e Sandro Paes Sandre concederam detalhes da operação Pão e Circo que foi realizada para combater o abuso do poder econômico por meio da captação ilegal de sufrágio no município de Serranópolis/GO, que culminou com a execução de 11 (onze) ordens judiciais expedidas pela 18ª Zona Eleitoral de Jataí/GO, sendo 02 (dois) mandados de prisão preventiva e 09 (nove) mandados de condução coercitiva.

A operação Pão e Circo iniciou-se no mês de setembro com o monitoramento de dois alvos que a Polícia Federal conseguiu identificar como integrantes de um grupo de pessoas envolvidas na captação ilegal de sufrágio e abuso de poder econômico. As denúncias que culminaram com esta operação foram feitas por meio do Aplicativo Pardal, que teve como objetivo possibilitar ao cidadão informar à Justiça Eleitoral e ao Ministério Público, irregularidades verificadas durante as campanhas eleitorais em seus municípios.

Entre os investigados estão o prefeito eleito Lidervam Lima (PSDB), que foi conduzido para prestar depoimento e já foi liberado pela PF, além do vereador eleito Marciano Neto (PP) e de sua assessora, que cumprem prisão preventiva. Nas prestações de contas do prefeito eleito feitas à Justiça Eleitoral, foram utilizados CPFs de pessoas que não teriam efetivamente feito doações financeiras à sua campanha, cometendo assim o crime de falsidade ideológica eleitoral.

Até o momento da coletiva, o vereador eleito e sua assessora não haviam sido ouvidos. Sobre ele, pesa acusações de compra de voto através de doação de cestas básicas, de combustíveis e de outras formas escusas, como pagamentos de contas de água e energia, para fidelizar os eleitores.

De acordo com o delegado da Polícia Federal Rodrigo Teixeira, para realizar a operação foram utilizados doze policiais que se deslocaram até a cidade de Serranópolis, onde foram cumpridos todos os mandados e agora as investigações prosseguirão com o delegado Sandro Paes Sandre, que é quem preside o inquérito. Segundo ele, as cestas básicas estavam em um supermercado em Serranópolis e durante as investigações, a polícia apreendeu a lista contendo os nomes dos beneficiários.

O nome da operação faz alusão à política denominada Pão e Circo (manipulação de massas) que foi uma expressão utilizada pelo poeta romano Juvenal em sua “Sátira”, como forma de ilustrar o controle do povo pelos imperadores romanos através do fornecimento do pão (distribuição de trigo) e do circo (espetáculos). Fonte:  Panorama
Postar um comentário

Parabéns Jataí


Palestras

Palestras
Invista em seu maior patrimônio, Pessoas.