Jataí mais segura

Jataí mais segura

Rádio Ideias - Programa Frequência de Classe nº 26

Fique em dia com o nosso Município

Fique em dia com o nosso Município
Quite seus débitos com a prefeitura

sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Beto Lemos em, Rasgando o Verbo

Sobre venda de vagas por faculdade de medicina em nossa vizinha Mineiros



BETO LEMOS disse...
"A FACULDADE QUE NÃO FOI APROVADA NO VESTIBULAR DE ÉTICA.
Bom dia Gurizada Medonha.
Hoje cedo, no Bom dia Brasil, a cidade de Mineiros- GO, se viu estampada e não em notícias boas, infelizmente
Pessoas ligadas à administração anterior da Faculdade Morgana Potrich foram acusados de proporcionar acesso ao curso de Medicina, isso mesmo, MEDICINA, (onde a ética médica é um dos seus pilares) permitiu, mediante pagamento de fortunas, o acesso de estudantes sem sequer passar pelo vestibular.
O esquema, segundo o delegado, funcionava a praticamente 1 ano e meio, ou seja, desde a abertura do curso de medicina naquela instituição de ensino.
Novidade? Creio que nenhuma... nenhuma mesmo. 
Nesse país nada se perde, nada se cria, tudo se compra, e se podemos comprar o vestibular, será que não podemos comprar o diploma também?
Ora... quem não tem competência nem de disputar um exame de vestibular, vai ter condição de aprender e exercer de forma ética, digna e principalmente com capacitação técnica a função de médico?
Claro que é uma hipótese... mas não é absurda não.
Quem pagou R$150.000,00 para entrar, paga R$300.000,00 ou mais para sair... com certeza, já que sabe que em um ano e pouco exercendo a “sagrada função” recuperará todo seu investimento. Essa talvez seja a “vantagem” do brasileiro, ele investe muito bem em seu futuro, sabe onde é que “dá dinheiro”...
Esse mesmo tipo de profissional é aquele que finge que nos examina quando entramos em uma empresa e fazemos o exame admissional, enviando para as empresas pessoas que “dizem que estão bem”.
Ou aqueles que vendem atestados médicos para empregados faltarem ao serviço.
Ou aqueles que vendem laudos médicos para pessoas sadias se aposentarem.
Ou aqueles que assinam o ponto em hospitais públicos e vão para suas clínicas particulares faturar mais um pouquinho.
Ou aqueles que marcam com os pacientes às 9 da manhã e chegam depois do almoço. Ou aqueles que receitam um medicamento e garantem que o paciente vai comprar daquele laboratório “X” que lhe concede “bonificações”.
Leitor, garanto que você identificou, aqui, muita "gente boa", não é?
É claro que existem bons e maus profissionais em todas as áreas, e existem médicos de elevada categoria profissional e moral, mas dificilmente saíram ou sairão, desse tipo de instituição de ensino, pessoas desse quilate.
Tem horas que o “Brazil” me dá medo.
Seremos nós, brasileiros, corruptos por natureza? Herança genética?
Não sei, mas as vezes tenho vontade de propor entregarmos tudo para os índios e voltarmos para Portugal, de onde, creio, nunca deveríamos ter saído.
Quem está comigo?"

11 de novembro de 2016 09:27
 
Postar um comentário

Parabéns Jataí


Palestras

Palestras
Invista em seu maior patrimônio, Pessoas.