Radio Line e Rádio Ideias apresentam, Frequência de Classe 54

Concurso Público Municipal

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Ex-prefeito de Campos Lindos (TO) é preso em Alexânia

Gilson Alves de Araújo foi condenado em 2013 pelo Tribunal de Justiça do Tocantins sob acusação de ser o mandante do assassinato do também ex-prefeito Deusimar Santana

Por Bruna Aidar/J.O
O ex-prefeito de Campos Lindos (TO), Gilson Alves de Araújo, foi detido no último sábado (5/11) na cidade de Alexânia (GO), em cumprimento a mandado de prisão pelo assassinato do também ex-prefeito da cidade, Deusimar Santana. Seu paradeiro foi descoberto pela Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic) de Araguaína (TO). As informações foram repassadas para a Polícia Militar do Estado de Goiás, que conseguiu detê-lo.

Gilson foi condenado em 2013 a 14 anos de prisão sob acusação de ser o mandante do crime que resultou na morte de Deusimar. Posteriormente, sua pena foi aumentada para 20 anos pelo Tribunal de Justiça do Tocantins.

O ex-prefeito foi assassinado em 2003 enquanto estava na chácara de um amigo, próximo a cidade de Araguaína (TO). Ele foi abordado por homens encapuzados que chegaram ao lugar de carro e dispararam contra seu rosto e morreu na hora.

Segundo a Polícia Civil do Estado do Tocantins, o crime foi motivado por desavenças políticas, já que os dois eram adversários na campanha para prefeito de Campos Lindos na época. Depois de ser preso, ele foi levado para o presídio da cidade de Anápolis, onde aguardará a transferência para o Tocantins.

Em 6 de abril deste ano, o Tribunal de Justiça do Tocantins expediu mandado de prisão contra Gilson, que aguardava em liberdade o julgamento do recurso desde 2013. A decisão só foi possível depois que o Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou, em fevereiro, que os condenados em segunda instância já podem ser detidos, mesmo antes de se esgotarem todos os recursos.

Postar um comentário