Jataí mais segura

Jataí mais segura

Rádio Ideias - Programa Frequência de Classe nº 37

Fique em dia com o nosso Município

Fique em dia com o nosso Município
Quite seus débitos com a prefeitura

terça-feira, 14 de março de 2017

Artigo - A Diferença entre o Caixa Dois e o “Caixa Dois”

Hoje pela manhã , perguntei para todos os céus e ao inferno a: “Até onde vai a prepotência dos nossos políticos? Será que eles vão nos chamar de ignorantes por muito mais tempo ainda?”

Tal questionamento se deu em face de que aqui na terra está difícil de encontrar essa resposta.

As justificativas sobre as falcatruas e subornos recebidos, por tantos políticos e de tantos partidos, que tenho ouvido nos grandes jornais chegam a doer nos ouvidos.
Parece que o Brazil (com “z” mesmo) desses políticos não “se lavou” na tal Lava Jato e nem se lavará.

Tamanha cara de pau de vários líderes de partido, “representantes do povo” que vem agora dizer que há diferenças entre o caixa dois utilizado nas campanhas e o caixa dois que enriqueceu o político. Ué... o tal caixa dois da campanha o tornou eleito, significa que ele auferiu lucro pessoal (vencimentos como político, absurdos, aliás) e com isso não há qualquer diferença.

Não há diferença de resultados, entre o roubo e o furto, apenas o “modus operandi” do ladrão é que mudou.

Eu não posso ser “meio honesto” ou “meio bandido” ou sou uma coisa ou outra, ou honesto, ou bandido. Não tem meio termo.

A blindagem criada pelos próprios políticos do Brazil (continua com “z”) nos permitem vislumbrar que, como sempre, tudo poderá acabar em pizza, sabor amargo, que apenas os brasileiros (agora com “s”) terão que digerir.

Culpa de quem mesmo? Culpa nossa, que aceitamos, calados, as pequenas e grandes propinas como coisa “normal”, “natural”. Como disse o pai do Marcelo Odebrecht, “desde o tempo de meu pai...” coitado... está errado... é desde o tempo de Cabral...

Proposta: Mudança do hino nacional: Onde se lê, “Gigante pela própria natureza” , leia-se “Corrupto pela própria natureza”... a letra, vai, pelos menos, ficar mais verdadeira.

Resposta à pergunta inicial: São Pedro, representante do Partido Celestial, se recusou a responder, tendo em vista que seu nome não fora  citado nas ultimas delações e que somente falaria na presença do advogado dele. O Partido Celestial  se manifestou, através de uma nota, afirmando que todas as doações recebidas pelo seu partido foram feitas obedecendo os limites estritos da legislação celestial, que foram todas declaradas e as contas aprovadas pelo Conselho Superior Eleitoral do Céu.

O Partido Infernal, maioria na câmara, afirmou em nota que todas as denúncias serão apuradas a fundo e os culpados punidos duramente, caso se constate qualquer atitude correta por qualquer de seus representantes, e que jamais admitiram qualquer pratica de atos éticos, leais ou lícitos entre seus pares, afirmando que não passam de afirmações motivadas por perseguições político partidária da oposição. 
Beto Lemos
Postar um comentário

Parabéns Jataí


Palestras

Palestras
Invista em seu maior patrimônio, Pessoas.