Rádio Ideias - Programa Frequência de Classe nº 40

Fique em dia com o nosso Município

Fique em dia com o nosso Município
Quite seus débitos com a prefeitura

segunda-feira, 17 de abril de 2017

A Atividade Física e a Terceira Idade .

Profª e personal training Livia Lemos
A medida que funciona.

Por Livia Lemos
Dou início a esse texto justificando a escolha do termo ¨terceira idade¨, e não melhor idade, termo em uso atualmente.

A terceira idade pode sim, com certeza, ser considerada a melhor idade. A idade em que os filhos já estão criados, a vida estabilizada, os problemas têm menos importância e temos a sabedoria para resolver os conflitos da vida.

Mas para que essa melhor idade seja realmente bem vivida é essencial que se tenha saúde. Saúde física, saúde mental e saúde psicológica, caso contrário será uma fase muito pior que todas as outras da vida.

Quer melhor forma de se buscar uma boa saúde através da atividade física!!! O exercício, o corpo em movimento, não só contribui para uma melhora física, como muitos associam, mas faz um trabalho incrível com a parte psicológica e mental de qualquer indivíduo. O estar em atividade libera sensações e hormônios essenciais para uma boa alto estima, fazendo com que nos sintamos bem.

É bom olhar no espelho e sentir bonita (o), bem disposta (o), animada (o) para as tarefas do dia-a-dia. E isso, feliz ou infelizmente, nenhuma outra atividade faz melhor que a atividade física, em qualquer fase da nossa vida.

Essa necessidade da atividade física ganha força quando falamos de terceira idade. E aí muitos se perguntam: por quê? – se é uma etapa da vida em que o corpo perfeito e escultural não é mais a principal preocupação. 

A resposta é direta: pela busca de bem estar. Apesar de ser uma idade em que temos a estabilidade conquistada através das labutas diárias, é também a fase em se perde tônus muscular, se perde amigos caros, se perde o convívio profissional em virtude da aposentadoria. Perdas que trazem consigo a falta de mobilidade, já que não é preciso sair para o trabalho, não se tem aquele amigo pra fazer uma visita, e muitas vezes mesmo tendo em que ocupar o tempo e a mente, se perde a disposição de fazê-lo, porque ¨tudo dói¨. Dói a coluna de ficar de pé, doem as pernas de caminhar, e assim a melhor idade torna-se a ¨idade do condor¨.

Chego a conclusão então que é na terceira idade que a atividade física se torna mais importante, pela busca do bem estar, pela busca de poder aproveitar o que essa melhor idade pode proporcionar. O movimentar, o ¨ver gente¨ na rua, na academia, no parque faz bem. O parar pra conversar com um desconhecido, fazer novas amizades, descobrir novos prazeres da vida são benefícios da atividade física que não têm preço, e que, sem se notar, trabalham o físico, o mental, e por muitas vezes principalmente o psicológico.
Que atividade escolher????

Essa é uma pergunta que pra ser respondida depende da análise de diversos fatores, que serão apresentados ao longo dos artigos dessa coluna, que visará semanalmente apresentar novos conceitos em busca de uma maior qualidade de vida através da atividade física.

*Livia Lemos é bacharel em Educação Física pela UFG, professora de academia e personal training.

Postar um comentário

Parabéns Jataí


Palestras

Palestras
Invista em seu maior patrimônio, Pessoas.