Jataí mais segura

Jataí mais segura

Rádio Ideias - Programa Frequência de Classe nº 37

Fique em dia com o nosso Município

Fique em dia com o nosso Município
Quite seus débitos com a prefeitura

terça-feira, 11 de julho de 2017

Sudoeste Goiano em Foco - Bandidos explodem agência bancária em Qurinópolis (JN)

Grupo de Minas Gerais é preso por explodir caixa eletrônico em agência de Quirinópolis
Policiais militares encontraram os cinco envolvidos escondidos em uma casa da cidade. Segundo delegada, eles não conseguiram levar o dinheiro.

Do G1 Goiás
Cinco homens foram presos no sábado (8) após explodir o caixa eletrônico da agência do Banco do Brasil em Quirinópolis, na região sul de Goiás. O banco ficou destruído, mas, segundo a Polícia Civil, o grupo não conseguiu levar o dinheiro.

“Eles são todos de Uberlândia, Minas Gerais. A escolha por Quirinópolis foi aleatória, só tinham um explosivo e não conseguiram pegar o dinheiro", disse ao G1 a delegada Simone Casemiro Campi, responsável pelo caso.

A explosão ocorreu por volta das 5h. De acordo com a delegada, um dos criminosos rendeu o guarda de um posto de combustíveis que fica em frente à agência bancária, dois entraram no banco e os outros dois ficaram no carro, um Volkswagen Gol, que era roubado e estava com placas clonadas.

A ação ocorreu em menos de 10 minutos. Depois da explosão, eles fugiram e abandonaram o veículo em uma estrada vicinal.

Equipes da Polícia Militar encontraram o grupo escondido em uma casa da cidade. Os policiais também apreenderam com o grupo uma pistola falsa, seis celulares, lanterna e uma alavanca.No local também estava a dona do imóvel, que foi conduzida pelos militares junto com os demais para a delegacia.

A Polícia Civil registrou um termo circunstanciado de ocorrência contra a proprietária da casa por favorecimento pessoal, pois ela abrigou o grupo. Em seguida, a mulher foi liberada. "Ela era prima de um deles, mas constatamos que não teve relação com a explosão”, explicou.
Os cinco homens, que têm entre 20 e 30 anos, foram autuados por receptação, associação criminosa e tentativa de roubo majorado porque renderam o frentista e não pegaram o dinheiro. Eles estão detidos no Centro de Inserção Social de Quirinópolis.
O G1 entrou em contato com a assessoria do Banco do Brasil, mas não obteve um retorno até a publicação desta reportagem.
Postar um comentário

Parabéns Jataí


Palestras

Palestras
Invista em seu maior patrimônio, Pessoas.