Frequência de Classe - Um programa da Radio Line e Rádio Ideias

Frequência de Classe - Um programa da Radio Line e Rádio Ideias

Refiz 2017

Refiz 2017

Fique em dia com o nosso Município

Fique em dia com o nosso Município
Quite seus débitos com a prefeitura

terça-feira, 10 de outubro de 2017

Um dos pulmões verdes Jataí ameaçado

 A constatação foi durante visita ao Parque do Olho D´Agua na semana passada


Por Gideone Rosa
Na semana que passou a equipe do JN foi convidada a ver de perto o que está acontecendo com um dos mais belos parques de Jataí e bem no centro da cidade, foi desolador o que se pode ver, os três pequenos lagos que compõem o paisagismo do local estão praticamente secos.

Conversando com o atual Secretário de Cultura do Município, Gênio Eurípedes, ele se diz indignado com o modo que estão tratando aquele patrimônio, o qual ele elegeu como "o quintal da cultura" já que o antigo prédio do Pronto Socorro Municipal se tornou a sede da secretaria. 

Gênio disse à reportagem que está preocupado com o parque, tanto que solicitou diretamente ao prefeito Vinícius Luz que permitisse que a Secretaria de Cultura pudesse ter os devidos cuidados com o local como replantio e limpeza. Prontamente atendido o secretário determinou limpar, recuperar a cerca que envolve todo o parque e replantar espécies de árvores  nas diversas clareiras que foram abertas por vândalos e pessoas na busca de plantas medicinais.

Segundo o relato do secretário o que mais lhe chamou a atenção foi o uso indiscriminado das diversas nascentes ali existentes por mais de 40 anos, as quais todas elas foram canalizadas, para uso doméstico por parte dos moradores. Gênio classifica a ação de "crime ambiental" grave e pede uma saída justa para a situação, já que o parque está sendo extremamente prejudicado.

O Parque do Olho D´Agua faz parte da história jataiense sendo classificado como primeiro "banheiro público" de Jataí onde era possível ser usado para banhos em uma das águas mais puras e cristalinas da área urbana da cidade.

Jataí é hoje uma das cidades com mais nascentes em área urbana do estado e o que se vê é a falta de cuidado das pessoas com esse patrimônio, patrimônio que está sendo soterrado, drenado para grandes construções e, os que ainda jorram, estão sendo canalizados para uso doméstico e até industrial.

O JN procurou o secretário de meio ambiente para falar a respeito e quais as medidas a serem tomadas para manutenção e preservação desses mananciais na área urbana, mas infelizmente ainda não foi possível. Porém o JN vai continuar na busca da fala do secretário.
Postar um comentário

Palestras

Palestras
Invista em seu maior patrimônio, Pessoas.