Radio Line e Rádio Ideias apresentam, Frequência de Classe 54

Vacinação, seu filho merece um futuro saudável

Garanta a saúde de seu filho 

Jogos Estudantis

Jataí sediará etapa estadual dos Jogos Estudantis de Goiás



quarta-feira, 18 de julho de 2018

Adolescente de 15 anos confessa o assassinato da pequena Amanda de 3 anos

Mãe de menina de 3 anos morta em Niquelândia com sinais de estupro desmaiou ao saber da notícia, diz amigo
Ela foi encontrada em um matagal próximo da casas onde morava. Um adolescente de 15 anos confessou o ato infracional e foi apreendido.

Por Vitor Santana, G1 GO
mãe da criança de 3 anos morta e com sinais de estupro em Niquelândia, no norte de Goiás, desmaiou ao saber da notícia, segundo um amigo da família. Um adolescente de 15 anos confessou o assassinato e foi apreendido. A Polícia Civil investiga o caso e ainda aguarda laudos periciais para confirmar se houve o abuso.

Edmar Júnior Amelio ajudou nas buscas pelo corpo. Ele disse que a mãe da vítima, Eliane Soares, não aguentou a dor de receber a notícia. “Quando eu cheguei ao local do crime com o pai da menina dentro do carro, tivemos essa triste informação que ele foi encontrada toda machucada, sangrando. A mãe, naquele momento, desmaiou”, disse.

Amanda Vitória Soares de Araújo foi encontrada na segunda-feira (16) em um matagal próximo à casa onde ela morava. Ela estava com ferimentos na cabeça e sinais de abuso sexual. A criança foi socorrida com vida e levada para Hospital Municipal de Niquelândia. Porém, não restitui aos ferimentos e morreu por volta de 21h45. Ela foi enterrada na noite de terça-feira (17).

A família está muito abalada com o caso. “Era uma menina dócil, amigável, falante e que todo mundo amava. Não tem como não amar uma menina de 3 anos”, disse o tio da vítima, Aurivon Viana.

Investigação
Segundo o delegado Bernardo Comunale, responsável pelo caso, um adolescente de 15 anos confessou o ato infracional e não demonstrou arrependimento. Em depoimento, ele não explicou o motivo para ter cometido o fato.

"Nenhum [remorso ou arrependimento]. Acho até, me arriscando aqui e invadindo a área dos especialistas, [que ele tem] alguns traços de psicopatia. Sem remorso, não demonstra emoção, seco nas respostas. Respostas evasivas, sim, não. Difícil extrair até uma história concatenada dele. Ele não demonstra emoção, sentimento, nada", afirma.

A mãe da criança deu falta dela na noite de segunda-feira (16). Após ir à casa da sogra, que fica no mesmo lote, por alguns instantes, notou, na volta, a ausência da filha e acionou os bombeiros. Ela informou que um vizinho havia visto a garota indo para o matagal que fica nos fundos da casa. A menina foi localizada seminua e com marcas de lesões físicas e sexuais.

De acordo com o investigador, os peritos já revelaram que a causa da morte foi traumatismo craniano. O adolescente nega que tenha estuprado a vítima, mas a polícia ainda aguarda um laudo para confirmar se houve o abuso sexual.

"Estamos terminando a lavratura do auto de prisão em flagrante e vamos comunicar o Poder Judiciário e ao Ministério Público, inclusive apresentando o menor", disse o delegado.

Ocultar corpo
Ainda conforme Comunale, o adolescente acreditou que a Amanda havia morrido após os golpes. Ele contou que tinha como intuito se desafazer o corpo em uma barragem próxima, mas não conseguiu pôr o plano em prática.

"Ele achava que ela estava morta e disse que a intenção era sumir com o corpo, mas algumas pessoas passaram procurando a menina e ele então fugiu do local", afirma.

O menor já possui passagens por furto e receptação. Também era usuário de drogas e ficou internado em uma clínica de reabilitação em Goiânia entre novembro do ano passado e o último mês de abril. Ele usava medicamento controlado, mas os pais não souberam informar qual o nome do remédio.

Postar um comentário