Radio Line e Rádio Ideias apresentam, Frequência de Classe 54

quarta-feira, 4 de julho de 2018

Rio Verde pode ter racionamento de água nessa temporada de seca na região Sudoeste

Relatório da Saneago lista mais de 60 cidades que podem sofrer com falta d'água durante a seca em Goiás
Documento, elaborado a pedido do MP-GO, aponta medidas técnicas que devem ser tomadas pela empresa para minimizar os efeitos da estiagem nos municípios.

Por Murillo Velasco, G1 GO
Um relatório feito pela Empresa de Saneamento de Goiás (Saneago), a pedido do Ministério Público Estadual (MP-GO) revelou 66 cidades goianas que podem ter o abastecimento de água afetado durante o período

Em nota ao G1, a Saneago informou que o relatório é de “finalidade exclusivamente técnica”, apresentado ao MP-GO junto com as ações planejadas pela empresa para reforçar o abastecimento.

“A Saneago informa que, no momento, não existe risco de desabastecimento de água tratada em Goiás. A Companhia monitora, atentamente, a situação dos mananciais e reservatórios na capital e no interior, e, além disso, tem promovido ações visando a regularidade do abastecimento”.


“A Saneago explica à população que não há motivo de alarde, mas que, por se tratar de período de estiagem, a orientação é para o uso consciente das reservas domiciliares de água tratada”, destacou.

O documento foi divulgado ao G1 nesta terça-feira (3) pelo promotor Delson Leone Júnior, do Centro de Apoio Operacional (CAO) de Meio Ambiente e Urbanismo do MP-GO. O relatório foi enviado ao Ministério Público no último dia 20 de junho, assinado pelo diretor-presidente da Saneago, Jalles Fontoura de Siqueira.

Em setembro 2017, milhares de moradores da Grande Goiânia e do interior do estado enfrentaram problemas no fornecimento de água. Devido à escassez hídrica na Bacia do Meia Ponte, que abastece vários bairros da região, o Governo de Goiás chegou a decretar situação de emergência por 90 dias.

Medidas a serem tomadas
Em Goiânia, o relatório da Saneago indicou que o consumo elevado durante a estiagem, a vazão insuficiente nos sistemas João Leite e Meia Ponte, bem como a redução do nível de água na captação são fatores que geram risco para o abastecimento de todos os bairros da capital durante a estiagem.

Para diminuir os efeitos, a empresa citou, no documento, que pretende distribuir a água captada e tratada, fazendo manobras no abastescimento dos reservatórios, com divulgação pública da forma como o procedimento será feito, abastecer hospitais asilos e escolas com caminhões-pipa, medidante a solicitação dos responsáveis, a plena operação do sistema produtor Mauro Borges, entre outras iniciativas.

O relatório também divulgou as medidas que serão adotadas nas demais 65 cidades do interior do estado que aparecem na lista. Na maioria delas, a empresa pretende furar novos poços interligá-los para potencializar o abastecimento.

Em Anápolis, por exemplo, a 55 km de Goiânia, a empresa informou no documento que já perfurou novos poços e está adquirindo materiais para inteligação entre eles, no sistema Capivari.


(Foto: Divulgação/Saneago)

Saneago inaugurou transposição de córrego para garantir abastecimento na estiagem em Anápolis 













Cidades que podem ter o abastecimento afetado durante a estiagem:

Região Metropolitana de Goiânia
Goiânia: Todos os bairros abastecidos pelos sistemas produtores João Leite e Meia Ponte.
Aparecida de Goiânia: bairros abastecidos pelos sistemas Independência Mansões, Madre Germana, Lages e Tiradentes.
Abadia de Goiás
Aragoiânia
Bela Vista de Goiás
Guapó
Nerópolis
Trindade

Entorno do Distrito Federal
Cidade Ocidental: Região abastecida pelo Riberão Saia Velha
Cristalina: Região abastecida pelo Córrego Embira
Luziânia: Região abastecida pelo Ribeirão Palmital
Novo Gama
Valparaíso de Goiás: Região abastecida pelo Ribeirão Saia Velha
Formosa
Planaltina
Interior
Água Limpa
Anápolis
Araçu
Araguapaz
Arenópolis
Avelinópolis
Bom Jardim de Goiás
Buriti Alegre
Campo Alegre de Goiás
Carlândia
Caturaí
Cezarina
Cidade de Goiás
Cocalzinho de Goiás
Corumbaíba
Crixás
Cumari
Formoso
Goiandira
Goianésia
Goiatuba
Hidrolina
Indiara
Ipiranga de Goiás
Iporá
Jussara
Mairipotaba
Maurilândia
Morrinhos
Mozarlândia
Mundo Novo
Mutunópolis
Nova Crixás
Novo Brasil
Ouvidor
Petrolina de Goiás
Piranhas
Pirenópolis
Pires do Rio
Pontalina
Rio Verde
Sanclerlândia
Santa Fé de Goiás
São Luís de Montes Belos
São Miguel do Passa Quatro
São Patrício
Silvânia
Souzalândia
Taquaral de Goiás
Varjão
Vianópolis
Postar um comentário